Pobreza é mais grave em famílias com crianças

pobreza

Um mecânico de 43 anos foi preso ao se vestir de mulher para fazer uma prova prática do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no lugar da mãe. O suspeito usava saia longa e estava maquiado no momento da prisão.

O crime de falsidade ideológica aconteceu na terça-feira (10), em Nova Mutum Paraná, em Porto Velho. De acordo com a Polícia Militar, uma integrante da comissão examinadora do Detran desconfiou que o homem que fazia a prova não era a mesma pessoa do documento de identidade apresentado aos avaliadores.

O homem já estava fazendo a prova de baliza quando outro servidor chamou a Polícia Militar para abordar o suspeito. Ao chegar ao local da prova, a equipe constatou que o homem tentava se passar pela mãe.

Ele disse aos policiais que a mãe estava em outra cidade e não sabia da tentativa dele de se passar por ela no exame de direção. O mecânico foi preso em flagrante pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica.

Fonte: Agência Brasil/ Odestaque