União quer reduzir 2,5% alíquota máxima do Imposto de Renda

ReceitaFoto: Divulgação

A reforma tributária a ser proposta pelo Ministério da Economia vai reduzir a alíquota máxima do Imposto de Renda para pessoas físicas, de 27,5% para 25%, e empresas, de 34% para 25%, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. Essa seria a principal medida após as alterações nas regras da Previdência.

Além disso, o governo vai aumentar a faixa salarial isenta do pagamento do tributo.

As mudanças no IR devem ser propostas em agosto e representarão uma das pernas do tripé da reforma tributária em construção pelo governo. Antes disso, o governo pretende propor a fusão de cinco tributos (PIS, Cofins, IPI, CSLL e IOF) no imposto único federal.

Bahia Noticias

Acidente entre Hilux e moto deixa uma pessoa morta próximo ao Javi em Muquém do São Francisco

115719javi.hyUm homem identificado inicialmente como Zinho do Mamonal morreu no inicio da noite desta sexta-feira (12/07), por volta de 21h, após ser atropelado em um acidente no Ba 172 entre os povoados de Javi e Três Morros no município de Muquém do Sao Francisco.
Segundo informações de populares, o motorista de um veículo modelo Toyota Hilux, colidiu em uma motocicleta de modelo Honda CG 150, que estava sendo conduzida pela vítima. O acidente resultou em uma vítima fatal, a vitima que era do povoado de mamonal, municipio de Brejolandia, teve sua motocicleta colidida na traseira pelo veículo, ainda apos o acidente o motorista da Hilux fugiu do local, a policia militar e o Samu foram acionados e ao chegar no local constaram o óbito, o IML foi acionado para remoção do corpo e a PM iniciou buscas pelo veículo e pelo condutor, o veiculo foi encontrado em uma residencia no povoado de Javi, o condutor identificado apenas como Felipe, apos deixar o veiculo na residência de sua genitora fugiu.
  A Polícia Civil foi acionada para realizar a perícia no local do acidente. O corpo da vítima será removido pelo Instituto Médico Legal de Bom Jesus da Lapa (IML).
Fonte: Blog Bahia / Velho Chico News

SUPERMERCADO REDENÇÃO

O cliente encontra tudo em um só lugar, produtos alimentícios, produtos de limpeza e um completo açougue com os melhores cortes de carnes bovinas, suínas, frios e congelados.

Frutas e verduras com ótimos preços, venham conferir! Nas compras avista ou no cartão debito a partir de R$ 100,00 tem 5% de desconto durante todo mês de julhonão deixe de economizar.

O Supermercado Redenção agradece a sua preferência.

Jaidi-07

Jaidi Supermercado-26

Jaidi-04

Jaidir Frios e açougue

Jaidi-06

Venham conferir! Supermercado Redenção, Rua Amazonas Centro de Roda Velha. Fone: 3684-2324

Fonte: Publicidade

Algodão baiano vai ganhar o espaço

Experiência de estudantes do Oeste da Bahia prevê o lançamento de uma mostra da fibra na estratosfera terrestre. A iniciativa, inédita do Brasil, conta com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa)

IMG_2298Os estudantes da escola Maria Edith Rhoden no distrito de Roda Velha, em São Desidério, oeste da Bahia já se acostumaram a conviver com as lavouras de algodão, que colorem de branco a maior área em produção da Bahia e do Brasil. O município ostenta o título de maior produtor nacional da cultura, com uma área superior a 129 mil hectares que contribui para fazer da Bahia o segundo maior estado produtor do País. Agora, estes mesmos alunos querem testar se a exposição direta à radiação presente na estratosfera terrestre é capaz de causar mudanças na fibra do algodão baiano, reconhecida como uma das melhores do mundo em quesitos como alongamento, resistência, uniformidade, maturidade, reflectância, dentre outros.

IMG_2328Alyne, Isadora, Luiz Carlos e Wendell estão no Ensino Médio e sob a orientação da professora bióloga Daysa de Azevedo, construíram o projeto de pesquisa ‘Viabilidade da resistência da fibra do algodão em altos índices de radicação solar quando submetido a ambiente estratosférico’, selecionado, entre outros no Brasil, como finalista do Projeto Garatéa, gerido por um consórcio de entidades, dentre elas, a Universidade de São Paulo (USP) e Ministério da Ciência e Tecnologia e que tem como conselheiros, representantes da NASA. “O objetivo é observar se a planta tem viabilidade genética após ser submetida a altos índices de radicação e se apresentará mais resistência e menor quebra da fibra, futuramente poderemos ter uma fibra com maior valor de mercado”, explica a orientadora da equipe batizada com o nome de SAIPH.

IMG_2302Para dar sequência à pesquisa, os participantes, convidaram o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Cézar Busato, para acompanhar a coleta das três amostras de fibras que serão foco do estudo. A Associação está garantindo o apoio a ideia por meio do Programa Educacional Conhecendo o Agro, no qual a escola é uma das contempladas. Além disso, dois dos estudantes da equipe integram, junto a outros 16, os bolsistas na Maria Edith Rhoden mantidos pela Abapa. A Associação custeia as mensalidades e materiais utilizados pelos alunos cujos pais trabalham em fazendas associadas à entidade, na região. “Esta foi uma forma de incentivar as famílias a permanecerem no campo, porque muitas procuravam cidades que oferecessem educação de melhor qualidade, então, a Abapa oportunizou o acesso a uma escola particular de excelência. A única exigência é o bom desempenho escolar, o que, no caso desses dois alunos, está comprovado”, explica Busato.

IMG_2333As três amostras coletadas foram encaminhadas ao laboratório de análises da Abapa para testes específicos e emissão de laudo técnico revelando as características das fibras. Uma das amostras ficará no laboratório, em ambiente estável, outra, será mantida na escola e durante 30 dias, exposta ao sol, por 15 minutos, diariamente. A terceira rumará para São Paulo (SP) para, em setembro próximo, ser enviada à estratosfera por um período de 10 a 15 minutos. Após cumpridos estes processos, uma nova análise das fibras será realizada para comparar à primeira. “Todo resultado é um risco, mas estamos otimistas”, revela a professora que em 2018, coordenou outra equipe que foi campeã brasileira na mesma competição, com uma pesquisa sobre a palma forrageira, planta comum no Oeste da Bahia.

IMG_5064Otimismo e expectativa é o clima comum aos jovens que irão até São Paulo acompanhar o envio da mostra ao espaço. “É muita emoção. Venho de escola pública e esta é uma oportunidade única, estudar em uma escola particular e ainda participar de um projeto como este. Minha mãe ficou nervosa quando soube que eu precisaria viajar, chamou meus tios para ajudar nas despesas, mas, quando soubemos que tudo seria custeado pela Abapa, foi incrível. Muita gratidão”, diz o estudante Wendel Costa da Rocha que conquistou uma bolsa porque o padrasto é operador de máquinas de uma fazenda associada. Pode estar nas mãos de Wendell e dos outros três componentes da SAIPH, uma nova forma de tratamento para a obtenção de uma fibra de algodão mais resistente e com menos quebra, ideal para a indústria têxtil, do Brasil e do mundo.

Fonte: Abapa

Odestaque

Elaboração do Plano de Recurso Hídrico da Bacia do Rio Grande foi discutido em Barreiras

Capa

file

file1

file2

file5

Durante a XXXIV Reunião Ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Grande – CBHRG, realizada na quinta-feira (11) no auditório da sede Regional do INEMA em Barreiras, foi discutida a elaboração do plano de recursos hídricos da bacia. Os componentes do CBHRG são representantes da sociedade civil, poder público municipal, federal e estadual, além dos usuários que utilizam a água para abastecimento, na indústria, irrigação, turismo, lazer, entre outros.

O encontro foi coordenado pelo secretário de meio ambiente e turismo de Barreiras Demósthenes Júnior, que preside o comitê, e contou com a presença do secretário de meio ambiente da Bahia, João Carlos oliveira, do coordenador regional do INEMA Saul Reis e do coordenador de recursos hídricos do INEMA, Bruno Jardins, que na oportunidade apresentou o proposta de trabalho com o cronograma do Plano da Bacia do Rio Grande, também foram abordados temas como a cobrança pelo o uso da água e outorgas.

Os comitês de bacias hidrográficas têm a função de propor metas de qualidade mantidas ou atingidas por uma determinada bacia, delibera em primeira instância, sobre conflitos sobre o uso da água,  aprovar o Plano de Recursos Hídricos da Bacia, estabelecendo as prioridades de uso e de investimentos com o propósito de averiguar a disponibilidade hídrica e melhorar a qualidade da água, como também propõe aos Conselhos Nacional e Estaduais de Recursos Hídricos, os volumes de captação ou lançamento a serem isentos e participar da definição dos mecanismos e tarifas de cobrança pelo uso da água não tratada (bruta).

O presidente do CBHRG ressalta que uma das importantes metas do órgão para os próximos meses é elaborar o Plano de Bacia de Recursos Hídricos. “O Plano é uma importante ferramenta para a proteção dos nossos recursos hídricos e se constitui no instrumento de gerenciamento com a finalidade de planejar os usos múltiplos da água, com a definição das prioridades, ações, programas, projetos, visando compatibilizar a utilização com a conservação, nesse sentido é uma prioridade nas ações do comitê”, explicou Demósthenes Júnior

Segundo o secretário estadual de meio ambiente, já foi celebrado o contrato da empresa vencedora do processo licitatório para prestar os serviços de elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Grande e o comitê será o protagonista para consolidação do trabalho. “Nesse sentido já foi contratada uma empresa para realização de todo processo de elaboração do plano e o comitê será responsável desde a aprovação do plano de trabalho como também do produto final”, comentou João Carlos Oliveira.

Dircom Barreiras

Prefeitura de São Desidério entregará Praça para o povoado de Angico neste sábado

1

Neste sábado, 13 de julho, o Governo da Justiça Social e Progresso entregará para os moradores da comunidade de Angico uma praça na área onde está situada a Igreja Católica da Padroeira Santa Luzia. A obra foi realizada com recursos próprios do município e conta com área de academia ao ar livre e parque infantil.

A solenidade de inauguração ocorrerá às 19 horas. Haverá ônibus saindo da Praça da Prefeitura Municipal às 18:30h. Participem e conheçam os investimentos da Prefeitura de São Desidério aplicados nos quatro cantos do município.

Mais informações: Ascom/PMSD (77) 3623-2145

DPT registra homicídio no Residencial Arboreto I em Barreiras

ARBORETO-3

Lucielton de Jesus Santana, conhecido como Cicinho, de 33 anos, foi assassinado com diversos disparos de arma de fogo no Residencial Arboreto I, em Barreiras, por volta das 20h 00 desta quinta-feira (11), no momento em que conversava com sua mãe, sentado à porta da residência onde morava.

Segundo informações policiais, os três autores, fortemente armados, encapuzados, estavam em um veículo de cor prata. Eles desceram de surpresa do automóvel, executaram a vítima e tomaram rumo ignorado.

Agentes do DPR, o delegado Francisco Carlos de Sá e policiais militares da Companhia 84 compareceram ao local do crime, onde a mãe de Lucielton revelou que seu filho era casado e possuía diversas passagens pela polícia.

Este é o segundo homicídio registrado no mês de julho em Barreiras. Ambos com características de execução sumária. O primeiro caso do mês aconteceu em área do Centro de Abastecimento e teve uma mulher como vítima.

Fonte: Alô Alô Salomão

Sema participa de reunião do Comitê de Bacia do Rio Grande em Barreiras

1562926967Materia

Encerrando uma agenda de trabalho na região Oeste da Bahia, o secretário estadual do Meio Ambiente (Sema), João Carlos Oliveira participou na quinta-feira (11), no município de Barreiras, da reunião ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Grande (CBHG). Dentre as pautas discutidas, destaca-se a apresentação da contratação do Plano de Bacia do Rio Grande que vai beneficiar as cidades de Luís Eduardo Magalhães, Catolândia, Cristópolis, Cotegipe, Wanderley, Angical, Barreiras, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, Mansidão e  Formosa do Rio Preto.

De acordo com o presidente do CBHG, Demósthenes Júnior, a expectativa é muito grande na questão de já iniciar os próximos estudos. “Iremos agora apreciar o plano de trabalho para consolidar de fato o plano de Bacia do Rio Grande. Assim, Estado e a sociedade, com seus vários atores sociais, irão ter ferramentas importantes para realizar uma gestão eficaz dos recursos hídricos na região”, destacou. Na ocasião, o coordenador de Recursos Hídricos do Inema, Bruno Jardim, explicou aos membros do Comitê a proposta para a cobrança pelo uso da água e abordou o tema sobre outorgas.

Entre os outros encaminhamentos da reunião, também teve a apresentação do plano de manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) da Bacia do Rio de Janeiro, situada entre Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, que está sendo elaborado pelo Inema e que precisa ser examinado pelos conselheiros. Outro ponto discutido foi a proposta de um encontro promovido pelo CBHG, com a participação de secretários municipais do Meio Ambiente e de Educação de todos municípios da Bacia para a formatação de um programa de educação ambiental na região do Rio Grande.

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Grande é um colegiado de caráter consultivo  normativo e deliberativo, instituído pelo Governo do Estado e composto por representantes dos poderes públicos municipal, estadual e federal, representantes da sociedade civil organizada e dos usuários da água. Sua função é discutir e deliberar sobre os assuntos de interesse comum, visando a harmonização do uso e a mediação de conflitos.

Ascom Sema

Secretaria de Agricultura de São Desidério e SEBRAE realizam Seminário sobre Compras Institucionais para agricultores familiares

1

2

A manhã de quinta-feira, 11, foi de conhecimento e orientação para dezenas de agricultores familiares de São Desidério com o Seminário de Compras Institucionais que deu enfoque a organização da agricultura familiar para participação em chamadas públicas. O evento é uma parceria entre a Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico (SEAGRI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas Empresas (SEBRAE).

“A gente participa para adquirir mais conhecimento e melhorar nossas possibilidades de venda, nunca tivemos esse apoio antes, temos que aproveitar”, revela a agricultora do Assentamento Vitória, Ildair Rosa Barros.

Pequenos agricultores de 15 comunidades participaram do Seminário que explorou o tema Compras Institucionais. “São Desidério é um município de grande extensão territorial, a maior parte da população é rural e são pequenos agricultores, temos realizado vários trabalhos por meio dos Programas Municipais Prolavoura e Proleite, mas estamos investindo também em parcerias de capacitação para que os pequenos agricultores estejam aptos para ampliar sua comercialização, em especial as Associações que estamos lutando para se legalizarem”, confirma a Superintendente da SEAGRI, Isterffannye Oliveira.

Outras reuniões já estão agendadas para continuar com o processo de orientações. “O conhecimento é a chave para o crescimento desses pequenos empreendimentos, seguido pelo apoio técnico e pelo aproveitamento de oportunidades, São Desidério está no caminho certo e somos parceiros para este desenvolvimento”, alerta o Consultor do SEBRAE, Sândalo Paim.

Com o trabalho desenvolvido pela SEAGRI, nos dois últimos anos o município registrou um crescimento de pequenos produtores, Cooperativas e Associação, de aproximadamente 20 comunidades, habilitados em Chamadas Públicas, passando de 30 projetos apresentados em 2017 para 60 projetos de vendas apresentados para o Programa Nacional de Alimentação Escolar este ano.

Ascom São Desidério

Água de barragem invade cidades na Bahia e deixa desalojados

whatsapp-image-2019-07-11-at-16.58.44

A água de uma barragem que fica no povoado de Quati, em Pedro Alexandre, a cerca de 435 km de Salvador, invadiu, na manhã desta quinta-feira (11), a cidade vizinha de Coronel João Sá e deixou cerca de 300 pessoas desalojadas. Não há informações de desalojados em Pedro Alexandre.

Conforme a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região do Rio do Peixe contribuíram para o transbordamento da água. Não houve feridos.

A Prefeitura de Pedro Alexandre – que fica no nordeste baiano, perto da divisa com Sergipe – decretou estado de calamidade e emergência após o município ter sido tomado pela água.

Coronel João Sá fica a 45 km de Pedro Alexandre. Os desalojados fazem parte de cerca de 120 famílias que moram às margens do Rio do Peixe, que corta a região. A água que vazou da barragem seguiu o curso do rio e, por volta das 15h30, chegou a João de Sá.

O percurso do rio entre as duas cidades é de cerca de 80 km. Não há informações da velocidade que a água chegou ao local, e nem da extensão dos prejuízos. Os desalojados foram levados para ginásios de esportes e escolas de João Sá.

Desde o início da manhã, a administração de Coronel João Sá, que fica em um nível abaixo da barragem e é cortado pelo Rio do Peixe, pediu para que as famílias que moravam às margens do rio deixassem o local.

Coronel João Sá já tinha áreas alagadas, mas por conta da chuva A preocupação adicional era justamente com a enxurrada provocada pelo transbordamento da barragem do Quati.

Segundo a Defesa Civil de Pedro Alexandre e a Secretaria de Comunicação de Coronel João Sá, a barragem de Quati transbordou por volta das 6h desta quinta, e se rompeu às 11h.

(mais…)