Brasil registra 632 óbitos e mais de 20 mil casos de covid-19 em 24h

2020-04-01t102852z_125263690_rc2mvf9f72ss_rtrmadp_3_health-coronavirus-china-scientists

Na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada no início da noite de hoje (20), consta que foram registradas 632 novas mortes por covid-19 entre ontem(19) e hoje, totalizando 80.120. O balanço apresenta também 20.257 novos casos confirmados de covid-19 nas últimas 24 horas. No total, 2.118.646 pessoas foram diagnosticadas com a covid-19 no Brasil desde o início da pandemia e 1.409.202 se recuperaram da doença.

De acordo com o Ministério da Saúde, 629.324 pacientes estão em acompanhamento. Há ainda 3.946 óbitos em investigação.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,8%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 38,1. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1008,2.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número diário registrado tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais. Já às terças-feiras, o quantitativo em geral é maior pela atualização dos casos acumulados aos fins de semana. (mais…)

Prefeitura de Barreiras inicia atendimento em leitos de UTI para pacientes com Covid-19, no Hospital Central

Capa

DSC_0001

DSC_0005

DSC_0009

DSC_0065

Na manhã desta segunda-feira, 20, o secretário municipal de saúde Anderson Vian, acompanhado da coordenadora do Núcleo Regional de Saúde Oeste, Suzete Dias e representantes da equipe médica e administrativa do Hospital Central, realizou a última vistoria nos leitos de UTI e enfermaria contratados pela Prefeitura de Barreiras, antes da unidade receber os primeiros pacientes acometidos da Covid-19.

De acordo com Anderson Vian, a Secretaria Municipal de Saúde já está apta para fazer a regulação dos primeiros casos com quadro de moderado a grave.

“Os leitos foram contratados pela Prefeitura de Barreiras e são exclusivos para pacientes atingidos pela Covid-19. Temos um total de 20 leitos, 10 de enfermaria e 10 de UTI para atendimento à população do município que necessitar de assistência médica.  A regulação será feita pela nossa unidade de referência que é o Pronto Atendimento Coronavírus, baseada na taxa de ocupação desta unidade e do Hospital do Oeste. Quando a taxa do HO superar a marca dos 80%, os pacientes de Barreiras que surgirem serão encaminhados ao Hospital Central”, explicou Anderson Vian.

Também compõem as ações de retaguarda no combate ao novo Coronavírus, a higienização de espaços públicos e de atendimento à saúde, fiscalização de estabelecimentos comerciais e do cumprimento de leis e decretos, além de ações de cidadania nos bairros.

“Oferecemos os leitos, mas trabalhamos para que a nossa comunidade não necessite. Para isso, além das iniciativas do poder público e da sociedade civil organizada é importante que cada indivíduo assuma a responsabilidade de se manter em segurança, saindo apenas quando necessário, respeitando as medidas sanitárias e de controle social”, concluiu o secretário de saúde.

Dircom Barreiras

Após cinco meses, barreiras sanitárias são encerradas e equipes passarão a exercer outras ações em São Desidério

1

A Comissão Municipal de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Enfrentamento à COVID-19 após várias reuniões e discussões entre os membros decidiu encerrar as atividades das barreiras sanitárias neste domingo, 19 de julho de 2020, em São Desidério.

Foram cinco meses de trabalho árduo das equipes da Vigilância em Saúde e servidores de outros setores nas entradas/saídas da cidade, onde foram realizados os serviços de aferição de temperatura, orientações sobre as medidas preventivas, como também o impedimento da entrada de vendedores ambulantes na cidade, em cumprimento ao que determina o Decreto Municipal nº 026/2020.

A partir de agora as equipes irão colaborar no reforço do monitoramento dos casos positivos, fiscalização de denúncias de aglomerações, no comércio local e no trabalho preventivo e de enfrentamento a Covid-19. “Fizemos um trabalho excelente, todas as medidas foram tomadas com objetivo de conter o avanço do contágio da Covid-19. Quero agradecer a cada um pelo trabalho prestado, que não foi fácil, pois se não houvesse boa vontade, não teríamos realizado esse trabalho”, relatou a coordenadora da Vigilância Sanitária, Luzeni Alves.

Mais de 20 servidores estiveram trabalhando nas barreiras, divididas em dois turnos, devidamente capacitados e protegidos por EPI’s, prestando os serviços de verificação de temperatura e orientação aos motoristas e passageiros que adentravam ao município.

“Ficaremos eternamente gratos a todos os servidores que contribuíram e fizeram sua parte nas barreiras sanitárias no combate a Covid-19 e que demonstraram através do trabalho diário o verdadeiro espírito de cooperação e união”, destacou o prefeito Zé Carlos.

As medidas de prevenção continuam valendo para todos os cidadãos que ingressarem no território do Município, ou seja, é obrigatório, o uso de máscara de proteção individual e dispor de álcool 70% para higienização das mãos, além de manter o distanciamento social.

Ascom São Desidério

Vacina chinesa contra covid-19 começará a ser testada amanhã em SP

20_07_2020_vacina_sao_paulo

A vacina chinesa contra o novo coronavírus, chamada de CoronaVac, começará a ser testada em voluntários brasileiros a partir de amanhã (21). A vacina será aplicada em 890 voluntários da área da saúde do Hospital das Clínicas, na capital paulista.

A vacina é aplicada em duas doses. A primeira delas começa a ser aplicada amanhã. A outra dose será aplicada após 14 dias. Os pesquisadores do Hospital das Clínicas vão analisar os voluntários em consultas que são agendadas a cada duas semanas. A estimativa é concluir todo o estudo da fase 3 de testes em até 90 dias.

Ao todo, os testes com a CoronaVac serão realizados em nove mil voluntários em centros de pesquisas de seis estados brasileiros: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. A pesquisa clínica será coordenada pelo Instituto Butantan e o custo da testagem é de R$ 85 milhões, custeados pelo governo.

Os testes serão acompanhados por uma comissão de pesquisadores internacionais, que terão acesso à plataforma científica para observar o andamento e garantir transparência em todo o processo.

Caso seja comprovado o sucesso da vacina, ela começará a ser produzida pelo Instituto Butantan a partir do início do ano que vem, com mais de 120 milhões de doses, o suficiente para vacinar cerca de 60 milhões de brasileiros.

“A partir do fechamento do estudo, que deve acontecer em setembro, entramos na fase de acompanhamento, que é muito contínua. A qualquer momento, a partir daí, poderemos ter a  abertura parcial do estudo que indique a sua eficácia. Se esse estudo for concluído antes do final deste ano – e essa é uma expectativa real – poderemos ter essa vacina disponível para a população brasileira já no início do próximo ano”, disse Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, a vacina, caso seja aprovada, será destinada a todos os brasileiros. “Isso será feito através do Sistema Único de Saúde, universal e gratuito a todos os brasileiros. O Instituto Butantan terá todo o domínio da tecnologia. É isto que prevê o acordo com o laboratório Sinovac.”  (mais…)

Confirmados mais 5 casos de Covid-19 em São Desidério

WhatsApp Image 2020-07-20 at 08.22.11

A Prefeitura Municipal de São Desidério, por meio da Secretaria de Saúde, informa a população que ontem, dia 19/07/2020, dos 22 casos com critério de coleta de exames, 17 testaram negativos e 5 testaram positivos para Covid-19.

Os casos positivos tratam-se de 5 pessoas do sexo masculino com idades de 34 a 52 anos, sendo 4 residentes no distrito de Roda Velha 3 e 1 na sede, no centro da cidade. Todos os casos positivos apresentam sintomas leves, estão cumprindo o isolamento domiciliar e seguem acompanhados pela equipe de saúde.

A prefeitura informa ainda que ontem surgiram mais 12 novos casos com critério para coleta de exames, que serão divulgados posteriormente a conclusão dos exames. Reforça ainda os pedidos a toda a população sobre a importância de seguir as medidas preventivas, como o distanciamento social e o uso obrigatório da máscara e àqueles que foram confirmados o contágio do corona vírus, no caso de descumprimento do isolamento domiciliar, ou internamento hospitalar, o infrator será responsabilizado e penalizado criminal e administrativamente com permissão de uso de força policial, conforme decreto municipal.

Fonte: Prefeitura de São Desidério

Moradora de Roda Velha morre em Salvador e atestado de óbito aponta como vítima de Covid-19

IMG-20200719-WA0008

A PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO DESIDÉRIO, POR MEIO DA SECRETARIA DE SAÚDE, INFORMA A POPULAÇÃO QUE HOJE, DIA 18/07/2020, DOS 39 CASOS COM CRITÉRIO DE COLETA DE EXAMES, 27 TESTARAM NEGATIVOS, 07 TESTARAM POSITIVOS PARA COVID-19 E 05 AGUARDAM RESULTADOS DE EXAMES.
OS CASOS POSITIVOS TRATAM-SE DE 02 PESSOAS DO SEXO FEMININO COM IDADES DE 19 A 25 ANOS, E 05 PESSOAS DO SEXO MASCULINO COM IDADES DE 25 A 54 ANOS, SENDO 04 RESIDENTES NO DISTRITO DE SÍTIO GRANDE, 01 NO POVOADO DE ESTIVA DO SÍTIO E 02 NA SEDE, SENDO 01 NO CENTRO E 01 NO BAIRRO FELISBERTO FERREIRA DOS ANJOS.
TODOS OS CASOS POSITIVOS ESTÃO CUMPRINDO O ISOLAMENTO DOMICILIAR, APRESENTAM SINTOMAS LEVES E SENDO ACOMPANHADOS PELA EQUIPE DE SAÚDE.

A PREFEITURA INFORMA AINDA QUE DIA 16/07/20 OCORREU EM SALVADOR-BA, O FALECIMENTO DE UMA PESSOA DO SEXO FEMININO, DE 35 ANOS DE IDADE, MORADORA DO DISTRITO DE RODA VELHA, CONSTADO NO ATESTADO DE ÓBITO A CAUSA POR COVID-19. A MESMA ESTAVA EM SALVADOR DESDE O DIA 29 DE JUNHO INTERNADA EM UMA UNIDADE HOSPITALAR PARA TRATAMENTO DE OUTRAS PATOLOGIAS.
EM TEMPO A PREFEITURA SE SOLIDARIZA COM OS FAMILIARES E AMIGOS, DESEJANDO-LHES FORÇA E RESIGNAÇÃO.

E REFORÇA AINDA OS PEDIDOS A TODA POPULAÇÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DE SEGUIR AS MEDIDAS PREVENTIVAS, COMO O DISTANCIAMENTO SOCIAL E O USO OBRIGATÓRIO DA MÁSCARA E ÀQUELES QUE FORAM CONFIRMADOS O CONTÁGIO DO CORONAVÍRUS, NO CASO DE DESCUMPRIMENTO DO ISOLAMENTO DOMICILIAR, OU INTERNAMENTO HOSPITALAR, O INFRATOR SERÁ RESPONSABILIZADO E PENALIZADO CRIMINAL E ADMINISTRATIVAMENTE COM PERMISSÃO DE USO DE FORÇA POLICIAL, CONFORME DECRETO MUNICIPAL.

SÃO DESIDÉRIO BAHIA 18-07-2020

Justiça Federal nega liminar em ação promovida pelo MPF que pedia bloqueio de recursos do Fundef/Fundeb em Barreiras

prefeitura-de-barreiras

O Município de Barreiras foi notificado nessa quinta-feira, (16) da decisão da Vara Federal Cível e Criminal da Subseção Judiciária de Barreiras, assinada pelo juiz federal, Jamyl de Jesus Silva, que negou liminar requerida pelo Ministério Público Federal (MPF) em ação civil ajuizada contra o Município e o gestor municipal. A ação pretendia tornar indisponível/bloquear, via sistema BACENJUD e/ou ofícios, valor total recebido pelo Município de Barreiras a título do precatório do FUNDEF, inclusive rendimentos, no valor mínimo de R$ 178.617.634,26 (cento e setenta e oito milhões, seiscentos e dezessete mil, seiscentos e trinta e quatro reais e vinte e seis centavos).

O Município de Barreiras recebeu com tranquilidade a decisão da Justiça Federal, que negou o pedido de liminar do MPF, por entender que é público e notório aos olhos da sociedade os investimentos dos recursos oriundos de precatório do FUNDEF, atual Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), na completa transformação da educação no Município com a construção de novas unidades escolares, reforma e ampliação de todas as unidades escolares já existentes, construção novas creches, quadras poliesportivas e investimentos em recursos pedagógicos.

Considera ainda que a ação do MPF é desprovida de elementos probatórios suficientes para se inferir pela prática de irregularidades na aplicação dos recursos percebidos. Na compreensão do Município as alegações do Ministério Público Federal não observam a realidade dos fatos, cujas acusações, muitas delas fruto de mera cognição especulativa, não se sustentarão ao final do processo.

Motivo que levou a Justiça Federal a negar o pedido de liminar conforme se posiciona o juiz federal, Jamyl de Jesus Silva. “Conclusivamente, considero que o deferimento de liminar para discutir a aplicação de valores creditados ao Município no ano de 2017 e em relação aos quais o próprio autor reconhece que houve destinação/pagamentos já efetivados ou exauridos constituiria medida juridicamente injustificável”.

E continua o julgador “Some-se a isso que o deferimento da liminar de bloqueio da totalidade dos valores creditados no pagamento do precatório carrega potencial de gerar um caos administrativo no Município, notadamente diante da ausência de informações sobre sua situação financeira e diante da vultosa quantia. Não seria nem mesmo razoável que, a pretexto de assegurar a reposição do valor ao FUNDEB – algo cuja obrigação legal vai ser aferida no futuro – bloqueiem-se valores também públicos destinados a outros fins, por vezes de igual relevância, como as ações de assistência social e de saúde, notadamente no contexto de pandemia mundial”. (mais…)

Senado aprova MP que dispensa licitação para combate à pandemia

O Senado aprovou hoje (16) a Medida Provisória 926/20, que flexibiliza regras de licitações durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus. A MP foi publicada pelo governo no dia 20 de março. O propósito é ajudar os gestores municipais e estaduais a tomar providências mais rápidas no combate ao covid-19. O projeto de lei oriundo da MP vai a sanção presidencial.

Com a MP, a compra de equipamentos, medicamentos, contratação de outros bens e serviços importantes no combate da crise poderão ser feitos sem licitação. Para ser dispensada a licitação, é necessário que a compra seja feita no atendimento a uma situação de emergência, que exista risco à segurança de pessoas, prestação de serviços e bens; além de limitação da compra ao atendimento necessário ao combate da situação emergencial.

Se houver restrição de fornecedores, o governo poderá contratar a empresa, mesmo se ela não apresentar regularidade fiscal, trabalhista e outros requisitos hoje necessários para habilitação. Ao ser editada em março, o governo argumentou que os dispositivos têm como objetivo “harmonizar as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus”.

Os pregões para compra de bens necessários ao combate ao novo coronavírus terão os prazos reduzidos pela metade, dispensada a realização de audiência pública. Os contratos terão o prazo de duração de até seis meses e poderão ser prorrogados por períodos sucessivos, enquanto a emergência de saúde pública durar. A renovação poderá ter acréscimo de até 50% do valor inicial.

Durante a discussão da matéria, os senadores chamaram a atenção para a importância de fiscalização, de responsabilidade de órgãos como a Controladoria-Geral da União (CGU) e os Tribunais de Contas estaduais, bem como da União, uma vez que a Lei de Licitações (Lei 8.666/93) foi criada na tentativa de coibir a corrupção e o uso indevido do dinheiro público.

“É importante que os órgãos de controle possam acompanhar e a gente possa defender a boa utilização dos recursos públicos”, disse o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE). Já Ângelo Coronel (PSD-BA) disse que a Polícia Federal tem atuado nas investigações de casos, em estados e municípios, de mau uso do dinheiro público durante a pandemia.

“A 8.666 é uma lei que dá segurança jurídica e transparência às licitações. É um dos temas que está sendo modificado. Quero dar um conselho aos gestores: tomem cuidado com essa flexibilização porque os Homens de Preto, os Gaviões Dourados, estão visitando muitas casas às 6 da manhã. Para que ninguém ache que essa liberdade em compras possa virar algo negativo”, disse Coronel.

Agência Brasil

Secretaria de Saúde de Barreiras confirma o 10º óbito por Covid19

prefeitura-de-barreiras

A Secretaria de Saúde de Barreiras registrou na tarde desta quinta-feira (16) o 10º óbito decorrente da Covid-19, no Hospital do Oeste. O paciente do sexo masculino, de 73 anos, era diabético e estava internado desde o dia oito de julho e apesar da dedicação e empenho da equipe médica, não resistiu e veio a óbito após agravamento do quadro.

Na ocasião, a Secretaria de Saúde se solidariza com os familiares, parentes e amigos do paciente e afirma o compromisso com a defesa acirrada da vida, mantendo os esforços necessários para promover a assistência médica a todas as pessoas que venham necessitar de atendimento acometido pela Covid-19.

O município tem registrado nesses últimos dias um crescente número de casos positivos de Covid-19, dessa forma, a Secretaria de Saúde continua reforçando o pedido à população que redobre os cuidados no enfrentamento ao novo Coronavírus, como manter o distanciamento social, o uso obrigatório de máscara e a higienização das mãos. Estas, são ações simples que diminuem a propagação do vírus.

Dircom Barreiras

Novo decreto da Prefeitura Municipal proíbe consumo de bebidas alcóolicas em vias públicas e em dependências das empresas que comercializam o produto em São Desidério 

sao-desiderio-101

Como medida para enfrentamento ao novo Coronavírus, a Prefeitura de São Desidério publicou nesta quarta-feira 15 de julho em Diário Oficial do Município o Decreto n° 036 que proíbe a partir desta quinta-feira, 16 de julho até o dia 02 de agosto, o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas e nas dependências das empresas que vendem esses produtos em todo o município de São Desidério.

Esses estabelecimentos poderão comercializar as bebidas exclusivamente para o uso em domicílio ou delivery. O descumprimento do presente Decreto poderá acarretar cassação do alvará de licença e funcionamento, bem como outras sanções cabíveis.

Os órgãos fiscalizadores do município e Vigilância Sanitária deverão autuar os estabelecimentos descumpridores dos termos do presente Decreto. As infrações serão punidas alternativamente ou cumulativamente com as penas previstas no artigo 198 da Lei Municipal Nº 13/2005 de 14 de dezembro de 2005.

O Decreto também obriga a permanência de pessoas infectadas ou com suspeita de contágio do novo Coronavírus em quarentena domiciliar, unidade hospitalar ou lugar definido pela autoridade de saúde, sendo o infrator, em caso de descumprimento, responsabilizado e penalizado criminal ou administrativamente com permissão de uso de força policial.

Após a publicação de decretos municipais anteriores, com ações restritivas e preventivas para impedir a proliferação do novo coronavírus, e sobre as medidas tomadas pela Prefeitura através da Vigilância Sanitária até o momento, continuam suspensas as aulas, todos os eventos públicos e privados de quaisquer naturezas, como todas as atividades em museus, biblioteca, centro cultural, ginásios, estádio e atrativos turísticos.

Ascom São Desidério