Sobradinho pode chegar ao volume morto este ano; desabastecimento em Salvador é ‘grave’

IMAGEM_NOTICIA_5A Bahia está em estado de alerta por causa do baixo nível de reservatórios no estado este ano. Em uma situação que ainda é reflexo do ano passado, um dos mais secos dos últimos tempos, o estado assiste a um forte desabastecimento das estruturas responsáveis por fornecer água para a população. De acordo com dados do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), a Bahia possui atualmente 24 barragens operando próximo à capacidade mínima; 5 a 6 funcionam no limite mínimo ou abaixo disso; 37 das 51 barragens registraram queda na cota de água entre 20 de fevereiro e 20 de março deste ano. E é nesta situação preocupante que o reservatório de Sobradinho, no norte baiano, o maior do Nordeste, chega a esta quarta-feira (22), Dia Mundial da Água, como um dos com mais baixo nível de água. De acordo com Eduardo Topázio, diretor de Águas do Inema, caso a unidade não seja abastecida com chuvas até outubro, ela corre o risco de chegar ao volume morto, como ocorreu no reservatório do Cantareira, em São Paulo, em 2014. “Sobradinho está com nível relativamente baixo. Se ela não tiver chuva que recupere os níveis atuais, o nível pode chegar ao volume morto. É, na minha opinião, o ponto de água mais crítica. Até setembro, outubro, precisa chover o suficiente. Entretanto, estamos fazendo ações com o governo federal para tentar minimizar o impacto dessa falta de chuvas”, afirmou Topázio, em entrevista ao Bahia Notícias. Ainda segundo o especialista, a cidade de Salvador e municípios próximos vivem com problema de reservatórios com volumes baixos. Ele descartou a possibilidade de desabastecimento de água para consumo humano, mas afirmou que, caso o nível de chuvas não aumente, será necessário limitar o acesso da indústria à água, por exemplo. “As medidas estão sendo tomadas para economizar água. Está com níveis muito baixos, a situação é grave. Por outro lado, começa a chover mais intenso a partir de março. Aí temos a expectativa dessa recuperação”, disse. Com a situação, o Inema já articula campanhas de conscientização para que a população reduza o desperdício de água. Se a situação não melhorar, também não está descartado uma redução na quantidade de água que chega às torneiras dos soteropolitanos e moradores de municípios adjacentes. Topázio também afastou a possibilidade de racionamento em massa na Bahia. “Já há regiões com graus de racionamento, como Conquista. Mas são racionamentos estreitos, com alternância, e acontecem desde o ano passado. O mais provável é a redução de distribuição de água. Para abastecimento humano, não há risco iminente de falta de água, a não ser em regiões mais críticas, de muita seca”, ponderou. Apesar de toda a tecnologia trazida pelos avanços científicos, o homem ainda não conseguiu domar o ímpeto da natureza e é preciso torcer para que 2017 seja um ano melhor que o passado em termos de índices pluviométricos. Como diria a música Súplica Cearense, de Waldeck Artur de Macedo – a canção virou um clássico nas versões de Luiz Gonzaga e O Rappa – é preciso pedir para “o Sol se esconder um pouquinho”.

Fonte:blog Odestak/BN

ANVISA PROÍBE VENDA DE PAÇOCAS COM ALTO TEOR DE SUBSTÂNCIA CANCERÍGENA

pacoca_2103A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu, na segunda-feira (21), a venda de um lote de paçocas por ter encontrado um alto teor de aflatoxinas, substância tóxica e cancerígenas.

A interdição cautelar vale para todo o país e se aplica ao lote 0027 do Doce de Amendoim Paçoca Rolha, marca Dicel.

O lote do alimento, distribuído pela Indústria e Logistica Wethonklauss Constante Ltda, excedeu o limite do teor da substância, espécie de micotoxinas encontradas em alimentos.

De acordo com relatório do Laboratório de Análise Micotoxicológicas, foi detectado teores acima do limite máximo tolerado permitidos para amendoim com casca, descascado, cru ou tostado, pasta de amendoim ou manteiga de amendoim.
Aflatoxinas são substâncias tóxicas e carcinogênicas, e, por isso, produtos fora da especificação não podem ser consumidos pela população.

João Dourado/BA: Homem morre em confronto com o BOPE

bope-rc

bope522

Um homem, identificado como Ricardo Freire de Souza, vulgo “Soró”, morreu e dois foram baleados durante um confronto com policiais do BOPE na região da cidade de João Dourado, na tarde desta terça.

O indivíduo estava portando um revólver, calibre .38, marca Taurus, numeração 1294518 com 03 cartuchos deflagrados e uma espingarda, calibre 12, marca Boito, sem numeração, com um cartucho calibre 12 intacto.

As armas apreendidas e o fato ocorrido foi registrado na Delegacia Regional de Irecê.

Segndo informações, o mesmo era integrante da quadrilha de Zé de Lessa e tinha contra um mandado de prisão em aberto da comarca de Floresta/PE e é suspeito de participação na explosão de um carro forte na cidade de América Dourada em 2014, que acabou com a morte de um dos seguranças.

O corpo do morto foi encaminhado ao DPT de Irecê.

Os baleados, até momento não identificados, foram encaminhados ao Hospital Regional de Irecê.

BAHIA TEM MAIOR INVESTIMENTO DO PAÍS COM PROPORÇÃO DA DESPESA EM 2016

thumbnail_1490107972210317CS_023_copy
thumbnail_1490107974210317CS_027_copy
thumbnail_1490107974210317CS_028_copy
thumbnail_Manoel VitórioA contenção de gastos e o esforço do fisco estadual na arrecadação própria, ainda que esta tenha ficado abaixo da inflação, garantiram o equilíbrio das contas da Bahia em 2016 num cenário recessivo, afirmou o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, durante audiência pública na Assembleia Legislativa (Alba) nesta terça-feira (21). O Estado segue pagando rigorosamente em dia os salários dos servidores, honrando os compromissos com fornecedores e mantendo a dívida sob controle, o que permitiu um investimento de R$ 3,24 bilhões, que correspondeu a 7,58% da despesa total de R$ 42,8 bilhões.

(mais…)

RELATÓRIO MOSTRA QUE 40% DAS CRIANÇAS BRASILEIRAS ENTRE 0 E 14 ANOS VIVEM NA POBREZA

1437472152_294616_1437487497_noticia_normal-99Cerca de 17 milhões de crianças até 14 anos vivem em domicílios de baixa renda. O número representa o equivalente a 40,2% da população brasileira nessa faixa etária. Quando separado por região, o Norte e o Nordeste apresentam as piores situações: 60,6% e 54% das crianças vivem com renda domiciliar per capita pensal igual ou inferior a meio salário mínimo. Desse total, 5,8 milhões vivem em situação de extrema pobreza, caracterizado pela renda per capita inferior a 25% do salário mínimo. As informações foram reunidas no relatório ‘Cenário da Infância e Adolescência no Brasil’, divulgdo pela Fundação Abrinq. Em sua quarta edição, a publicação reúne 23 indicadores sociais divididos nos temas trabalho infantil, saneamento básico, mortalidade e educação. “Nesta edição, além de retratar a situação das crianças no Brasil, também apresentamos a Pauta Prioritária da Infância e Adolescência no Congresso Nacional. O conteúdo revela as prinicpais proposições legislativas em trâmite no Senado e na Câmara dos Deputados, com os respectivos posicionamentos da Fundação Abrinq baseados na efetivação e proteção de direitos da criança e do adolescente no Brasil”, explicou Heloisa Oliveira, administradora executiva da instituição. A violência contra crianças e adolescentes é um dos temas abordados no estudo, que identificou o assassinato de 10.465 crianças e jovens até 19 anos no Brasil em 2015 – o que corresponde a 18,4% dos homicídios cometidos no Brasil naquele ano. Em mais de 80% dos casos, a morte ocorreu por arma de fogo. A região nordeste concentra a maior parte desses homicídios (4.564), sendo 3.904 por arma de fogo. Cerca de 153 mil denúncias de violações de direitos de crianças e adolescentes chegaram ao Disque 100 em 2015, das quais 72,8% das ligações se referia a casos de negligência, 45,7% de violência psicológica, 42,4% de violência física e 21,3% de violência sexual. Quanto ao trabalho infantil, o documento mostrou que as condições estão mais precárias, embora tenha diminuído o número de crianças e adolescentes, entre 10 e 17 anos, nessa condição. Por outro lado, cresceu em 8,5 mil o número de crianças de 5 a 9 anos ocupadas. Considerando os dois grupos de crianças, mais de 60% delas são do Nordeste e do Sudeste, mas a maior concentração de trabalho infantil ocorre no Sul. Apesar dos dados negativos, uma perspectiva positiva: a cobertura em creches passou de 28,4% em 2014 para 30,4% em 2015. Até 2024, a meta estabelecida pelo Plano Nacional de Educação é chegar a 50%.

São Desidério: secretaria de meio ambiente realiza atividades para comemorar o dia mundial da Água.

tttt
Para celebrar o Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, a Secretaria  Municipal de Meio Ambiente de São Desidério, realizará nessa quarta-feira, 22, algumas atividades com o objetivo de despertar a população para a conscientização sobre a relevância da água para a sobrevivência humana e toda vida terrestre.
 
A programação começará às 8h30min, em frente à Secretaria Municipal de Infraestrutura, com o Lançamento do Projeto de Recuperação da Área de Preservação do Rio São Desidério, onde será feita a limpeza de uma área degradada pelo acúmulo de lixo às margens do rio.
 
E a partir das 17h30min, no Centro Cultural Celso Barbosa, acontecerá uma mesa redonda com os diversos segmentos que utilizam deste recurso natural:  EMBASA, Bahia PCH, Comitê da Bahia do Rio Grande, Secretaria Municipal de Agricultura, Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Lazer e Turismo (SECULT) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Para abrilhantar o evento haverá também participação especial do cantor Rodrigo Rocha e apresentação teatral com a Companhia Trakinus.
 
Fonte:ASCOM Prefeitura Municipal de São Desidério

PM impedi roubo a banco em Irecê e segurança é reforçada na região.

WhatsApp-Image-2017-03-20-at-11.36.0Guarnições do 7º Batalhão da Polícia Militar (Irecê) frustraram, na madrugada desta segunda-feira (20), uma tentativa de roubo a banco naquela cidade. Durante troca de tiros um dos criminosos foi atingido, mas conseguiu escapar. De imediato policiais civis iniciaram as investigações e localizaram, durante a manhã, um dos veículos utilizados pela quadrilha. Na Hilux de cor prata foram encontrados explosivos, máscaras e carregadores de fuzis.
A polícia acredita que a quadrilha é a mesma que recentemente teve fuzis apreendidos e uma roça de maconha avaliada em R$ 5 milhões destruída. Outras duas operações recentes também apreenderam explosivos e armamentos de grosso calibre atribuídos ao grupo. ” Tudo indica que a ação de ontem tinha o objetivo de levantar recursos para reaparelhar o grupo, mas a polícia mostrou, mais uma vez, que aqui na Bahia a criminalidade é encarada de frente”, destacou o secretário da Segurança Pública.
Testemunhas começaram a ser ouvidas e imagens de câmeras serão analisadas e poderão ajudar na identificação dos criminosos.

Militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), do Grupamento Aéreo (Graer) e da Companhia Independente de Policiamento Especializado da região Chapada reforçam o patrulhamento na região.

Barreiras:Motorista embriagado provoca acidente e termina preso.

NISSAN

NISSAN-02O acidente aconteceu na tarde deste domingo, 19, por volta das 16h 08, na Rua Rui Barbosa, Vila Regina.

De acordo com a Polícia Militar, Pedro Luiz Dall’oglio conduzia o veiculo Nissan/Frontier, cor verde, de placa OKJ-1060/Barreiras-BA, quando bateu contra a caminhonete S – 10, de cor prata, dirigida por Laércio Ursino da Silva, que estava em companhia do seu filho, Teo Ursino Andrade, de 3 anos.

A criança recebeu socorro do SAMU e foi encaminhada para o Hospital Do Oeste. O airbag impediu que Laercio sofresse graves ferimentos, mas ainda ficou levemente lesionado nas pernas. Os policiais encaminharam Pedro para a delegacia da Polícia Rodoviária Federal, onde faria o teste do bafômetro, que não foi possível por falta de aparelho etilômetro.

O delegado ressalta que ele infringiu quatro Artigos do Código Nacional de Trânsito. O 303, por Praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor; 304, por deixar o condutor do veículo, na ocasião do acidente, de prestar imediato socorro à vítima, ou, não podendo fazê-lo diretamente, por justa causa; 305, por afastar-se o condutor do veículo do local do acidente, para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída, e o 306, por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência.

O delegado Francisco Carlos de Sá informou que o causador do acidente estava visivelmente embriagado e resistiu à prisão, obrigando os policiais usarem da força para imobilizá-lo. “A situação dele não permite que eu arbitre fiança”, comentou.

O motorista está preso no complexo policial do bairro Aratu.

Fonte:odestak/Alô Alô Salomão