Quase 20 mil multas foram aplicadas em 2017 em Salvador por uso de celular ao volante

celularQuase 20 mil multas foram aplicadas em 2017 em Salvador por uso de celular ao volante (Foto: Reprodução/TV Bahia)

No primeiro semestre de 2017, 18.948 multas foram aplicadas em Salvador por uso de celular ao volante, segundo dados divulgados nesta terça-feira (8) pela Superitendência Municipal de Trânsito (Transalvador). O número é 18% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando houve 16.046 notificações a motoristas.

Falar no celular quando se está dirigindo é infração considerada média. A multa é de R$ 130,16. Já manusear o celular, sem que ele esteja no ouvido, mesmo quando se está parado no semâforo, é considerada infração gravíssima e a multa é de R$ 293,47.

De janeiro a junho desse ano, foram 8.877 notificações a motoristas flagrados falando ao celular e outras 10.071 notificações pelo manuseio do aparelho durante a direção. O condutor flagrado três vezes manuseando o celular no período de 12 meses pode ainda perder a carteira.

“Isso faz com que, hoje, o número de autuações aumente, porque já está enquadrado esse perfil de pessoas que estão manuseando justamente no texto legal. Quando você está digitando, você baixa a cabeça e, desta forma, compromete, a atenção e a visualização de qualquer objeto que esteja a frente do veículo”, destaca o especialista em trânsito Genésio Luigi.

A unica forma permitida pelo Código Nacional de Trânsito para atender o celular quando se está no volante é por meio do viva voz acomplado ao carro, que funciona através do bluetooth. Isso porque o condutor pode atender a ligação sem ficar com o celular nas mãos.

Os condutores que não têm esse dispositivo para atender às ligações devem estacionar o carro e permanecer parados até concluir o contato telefônico.

G1

Lapa: Ex-Pm de Barreiras e assassinado a golpes de faca.

EX-PM-é-assassinado-em-Bom-Jesus-da-LapaO ex-PM identificado como Abinael (Binoel), que atuava na região de Barreiras foi morto a golpes de faca na noite desta segunda-feira (07) em Bom Jesus da Lapa. De acordo com testemunhas, Abinael e outra pessoa foram feridos por um homem identificado como Manoel Lelis (Manoel das Pombas). Os relatos colhidos no local são de que o suspeito esfaqueou o ex-PM, que morava perto da antiga Praça do Redondo, no Bairro João Paulo II. Muitos moradores ficaram revoltados pelo modo como o crime aconteceu. “Binoel estava aqui sentado, ele era trabalhador, não fazia mal a ninguém”, disse uma senhora muito chateada.

Abimael não resistiu aos graves ferimentos e morreu no local, já a outra vítima, um homem, também morador do bairro foi levado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde recebeu atendimento de emergência. Manoel foi preso.

A Polícia acompanha o caso e informou que Manoel das Pombas tem problemas mentais, e no passado já assassinou uma criança e por isso deverá encaminhá-lo ao setor judiciário especializado.

O ex-PM que vendia picolés e sorvetes pelas ruas de Bom Jesus da Lapa é a primeira vítima de homicídio neste mês de agosto na cidade.

Fonte:NoticiaUrgente/ Bom Jesus da Lapa Noticias

Sul coreana morre após ser atingida por ônibus quebrado em zona rural no oeste da Bahia

uma mulher sul coreana morreu após sofrer acidente no município de Formosa do Rio Preto, oeste da Bahia, no domingo (6). De acordo com a polícia, ela morava na Fazenda Oásis, zona rural da cidade.

Seunghee Han, de 44 anos, atravessou na frente de um ônibus quebrado que transportava trabalhadores da fazenda, e acabou atingida pelo veículo. De acordo com o delegado que atendeu o caso, a vítima sofreu politraumatismo.

O veículo atolou em um areeiro e, quando o motorista desceu para tentar desatolar, o ônibus arrancou bruscamente. A vítia foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Hospital do Oeste, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dela foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Barreiras.

G1

Sai resultado da prova objetiva do concurso da Embasa

O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), organizador do concurso público da Embasa, divulgou, na tarde desta segunda-feira (07), o resultado da prova objetiva do certame. Os candidatos podem verificar a classificação na internet, no endereço eletrônico www.ibfc.org.br.

O concurso público da Embasa visa o preenchimento de 600 vagas para 11 funções dos níveis médio, técnico e superior. As vagas são destinadas a 64 municípios, contemplando unidades da Embasa em Salvador, região metropolitana e interior. Os salários admissionais variam de R$ 1.122,84 a R$ 6.793,31.

As vagas de nível superior são oferecidas aos profissionais com formação em ciências contábeis; análise de sistemas, processamento de dados, ciência da computação, engenharia de computação ou sistemas de informação; engenharia civil ou engenharia de produção civil; engenharia sanitária ou engenharia sanitária e ambiental; e engenharia elétrica. As vagas de nível médio-técnico são destinadas para técnicos em edificações e técnicos em eletromecânica. Já para o nível médio, há vagas para agente administrativo, agente operacional, assistente de laboratório e operador de processos de água e de esgoto.

O prazo de validade do concurso, organizado pelo Instituto IBFC, será de 6 (seis) meses, contados a partir da data da homologação do resultado final, podendo, a critério da Embasa, ser prorrogado uma vez por igual período, por conveniência administrativa da empresa.

Gerência de Comunicação Social da Embasa

SANTA RITA DE CÁSSIA/BA: HOMEM É EXECUTADO A TIROS EM FRENTE AO CLUBE AABB

miltinho

Miltinho1

miltinho2

miltinho3Por volta das 10 horas da manhã desta terça-feira, dia 8 de agosto de 2017, uma dupla encapuzada, a bordo de uma motocicleta Honda Strada, executou a tiros um rapaz conhecido como Miltinho, em frente ao Clube AABB na cidade de Santa Rita de Cássia – Bahia.

Suspeita-se que o crime possa ter sido encomendado, pois a vítima é acusado de pelo menos dois homicídios nessa cidade. Estava preso na cadeia dessa cidade, mas sempre conseguia dar uma saidinha. Era um elemento perigoso, sujeito a tirar a vida de seu semelhante por causa de um ciúme amoroso.

Uma multidão de populares se reuniu no local da execução.

Fonte:Blog Diario do Rio Preto.

Presidente do TRF-4 diz que sentença de Moro contra Lula é ‘tecnicamente irrepreensível’

Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, classificou a sentença do juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão, como “tecnicamente irrepreensível. Ainda segundo ele, a peça vai entrar “para a história do Brasil”. Por ser de segunda instância, o TRF-4 é responsável por julgar recursos da Operação Lava Jato. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Lenz declarou que “pode-se gostar dela [a sentença], ou não” e que “aqueles que não gostarem e por ela se sentirem atingidos têm os recursos próprios para se insurgir”, confessando em seguida que gostou da decisão. “Isso eu não vou negar”, afirmou. Questionado se confirmaria a sentença de Moro, ele afirmou que não poderia dizer por não ter lido os autos do processo. Ainda assim, elogiou: “O juiz Sérgio Moro fez exame minucioso e irretocável da prova dos autos. Eu comparo a importância dessa sentença para a história do Brasil à sentença que Márcio Moraes proferiu no caso Herzog, sem nenhuma comparação com o momento político. É uma sentença que vai entrar para a história do Brasil. E não quero fazer nenhuma conotação de apologia. Estou fazendo um exame objetivo”. Para ele, os casos se assemelham porque “ninguém passa indiferente por elas”. O desembargador ainda criticou a avaliação de juristas que queixam-se de Moro ter julgado Lula com base em indícios ao invés de provas. “É um equívoco, porque os indícios são provas. O ministro Paulo Brossard, de saudosa memória, tem um acórdão no Supremo Tribunal Federal, em que diz exatamente isso: a prova indiciária é tão prova quanto as outras. Então, essa distinção não existe”.

Embasa apresenta funcionamento dos sistemas de água e esgoto para estudantes de Barreiras

31.07.17_visita estação de tratamentoA Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) apresentou o funcionamento dos sistemas de água e esgoto de Barreiras. Na última semana,  na segunda-feira (31), cerca de 30 estudantes de Edificações do Instituto Federal da Bahia (IFBA) visitaram as instalações da estação de tratamento de água, quando foram demonstrados os processos de tratamento e análises para manter a qualidade de água distribuída na cidade. Na quinta-feira (27), doze estudantes do ensino médio da Cooperativa Educacional de Barreiras (Coopeb) conheceram o funcionamento do sistema de esgotamento sanitário por meio de visita técnica à estação de tratamento.31.07.17_visita estação de tratamento_2

Ao coordenar as visitas, a assistente social da Embasa, Geisa Mendes, acredita que este é um momento que os estudantes possam entender e repercutir os processos utilizados pela empresa para levar água tratada e para coletar e tratar os esgotos domésticos. Pela primeira vez na estação de tratamento de água, os estudantes do IFBA, Sandy Lorrane Freitas e Gabriel Soares dos Passos, ficaram surpresos com o trabalho desenvolvido para levar água para as pessoas. “Foram muitas informações novas sobre os processos de tratamento da água e sobre as quantidades dos produtos como cloro que são adicionados para atender a legislação”.31.07.17_visita estação de tratamento_2

Na estação de tratamento de água, o supervisor de tratamento, Anderson Rocha, apresentou as instalações e esclareceu sobre os parâmetros de potabilidade determinados pela portaria 2914/2011, do Ministério da Saúde. Em Barreiras, a Embasa investiu R$ 4,5 milhões para duplicar os módulos da estação de tratamento, o que incrementa em 50% a vazão de água produzida para atender cerca de 55 mil imóveis na sede municipal e 22 localidades da zona rural. No caso do sistema de esgotamento sanitário, foram investidos R$ 113 milhões para a ampliação e modernização das estruturas que possibilitou avançar a cobertura de 8% para 60% na sede municipal de Barreiras.

Fonte:Assessoria de Comunicação da Embasa

Começam nesta segunda-feira as inscrições do Encceja 2017

img_encceja_certificado-de-conclusao-de-ensino-medio_livrosComeçou ontem (7) as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017. Ele é direcionado aos jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de concluir seus estudos em idade própria. A prova ocorrerá em 22 de outubro.

As inscrições são gratuitas e vão até o próximo dia 18. Elas podem ser feitas exclusivamente na internet, pelo sistema de inscrição disponível no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Para participar do Encceja, o estudante precisa ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental. Quem busca a certificação do ensino médio precisa ter, no mínimo, 18 anos completos na data da prova.

O exame tem quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma proposta de redação. Na Página do Participante é possível se informar sobre as competências que serão cobradas na prova.

O Encceja Nacional oferece atendimento especializado, específico e auxílios ou recursos de acessibilidade, que devem ser solicitados durante a inscrição; eles estão listados no edital e na Página do Participante. Também é feito atendimento pelo nome social, para participante travesti ou transexual que quiser tratamento pela sua identidade de gênero. Nesse caso, ele deverá ser solicitado após o período de inscrição, entre 21 e 25 de agosto, pelo sistema de inscrição.

O Encceja para adultos sob penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade no Brasil (Encceja Nacional PPL) têm edital, período de inscrição e data de aplicação específicos. Segundo o Inep, o edital do Encceja Nacional PPL será divulgado em breve.

Da Agência Brasil

Área de Cerrado conservado pelos produtores rurais do oeste da Bahia é maior que a área produtiva

img_aiba_area-de-cerrado-conservado-produtores-rurais-reserva-legalSegundo dados iniciais do Cadastro Florestal de Imóveis Rurais (Cefir), que corresponde na Bahia ao CAR Nacional, dos 9,1 milhões de hectares inseridos no bioma Cerrado na região, 4,5 milhões estão conservados e 3,1 milhões são produtivos.

O oeste da Bahia, um dos maiores polos de produção de grãos e fibra do Brasil, possui uma área consolidada de 3,1 milhões de hectares, de acordo com os dados atualizados da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba). Estes números correspondem a 36% do total de área aberta para diferentes usos, incluindo as atividades de lavoura e pecuária. Com 51%, até então, de adesão na região ao CAR/Cefir, o agricultor do oeste baiano tem mostrado a sua importância para a conservação do Cerrado e manutenção dos serviços ecossistêmicos, considerando que os números iniciais da área total do CAR apontam a existência de uma área aproximada de 4,5 milhões de hectares com remanescentes de vegetação nativa em diferentes fisionomias do Cerrado (campestres, savânicas e florestais).

Além disso, os valores indicam que as áreas consideradas conservadas, preservadas e/ou em processo de recuperação são maiores em propriedades privadas (4,5 milhões de hectares) do que as áreas atualmente estabelecidas como Unidades de Conservação de Proteção Integral e de Uso Sustentável (Federal, Estadual e Municipal) implantadas na região, que é de 1,9 milhão de hectares.

O oeste da Bahia, portanto, segue o exemplo de outras regiões do país. Estudos recentes conduzidos pela Embrapa (2017) apontam que dos 850.280.588 hectares que compõem o território brasileiro, 61% encontram-se conservados com vegetação nativa, em propriedades rurais como áreas de Reserva Legal (RL) e Áreas de Preservação Permanente (APPs), Unidades de Conservação, terras indígenas e terras devolutas constituídas entre outros por relevos e águas interiores. Os outros 39% do território nacional, estão distribuídos entre áreas ocupadas 8% por lavouras e florestas plantadas; 19,7% com pastagens e 11,3% com cidades, infraestrutura, mineradoras, entre outras.

Neste sentido, a busca pelo desenvolvimento sustentável, através de ferramentas legais para a regularização ambiental das propriedades rurais, boas práticas agrícolas e a aplicação de novas tecnologias, promoveu a maximização da utilização das áreas já consolidadas no Brasil.

“O produtor rural, principalmente o baiano, sabe que o desenvolvimento sustentável é seu grande aliado para melhorar cada dia mais a sua produtividade. E por isto, que ele tem adotado modelos que associam os desafios de produção, cumprimento legal e a adoção de boas práticas agropecuárias, trazendo eficiência em todas as etapas do processo, com manejo adequado do solo e da água e gestão de resíduos”, ressaltou Alessandra Chaves, diretora de Meio Ambiente da Aiba.

Projetos Ambientais

Certos que a sustentabilidade é o caminho para o futuro do agronegócio, a Aiba, juntamente com os seus produtores associados, realiza projetos que possuem o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável na região.

Entre eles, estão o Centro de Regularização Ambiental, que orienta o agricultor sobre as questões ambientais legais da propriedade; o Projeto de Manejo de Solo, que incentiva as boas práticas agrícolas no plantio; e a pesquisa sobre o Potencial Hídrico do oeste da Bahia, que irá monitorar e quantificar as águas do sistema aquífero Urucuia.

“A Associação busca, através de seus projetos na área de sustentabilidade ambiental, fornecer subsídios para que o agricultor possa conduzir a sua propriedade mantendo equilíbrio na produção associada ao cumprimento da legislação vigente, e assim, colaborar para ele fazer o que mais sabe fazer: produzir”, destacou o presidente da Aiba, Celestino Zanella.

Ascom Aiba