ECONOMIA BAIANA DEVE CRESCER 1,6% EM 2017, DIZ FIEB

Apesar do desempenho econômico fraco na indústria este ano, tanto a baiana quanto a brasileira, a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) projeta que em 2017 a economia baiana deverá crescer 1,6%, enquanto a nacional deve se ampliar em volume menor, de 1%. O balanço do segmento e as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) no ano que vem foram apresentados ontem à imprensa pelo presidente da Fieb, Ricardo Alban.

“Assim como no caso da energia eólica, a médio prazo, a Bahia deve ser protagonista no desenvolvimento da cadeia de energia solar. Além disso, tivemos em 2016 uma combinação de fatores que impactaram no nosso desempenho, como a parada estratégica da Braskem e o fim do terceiro turno da Ford, que irá ser retomado no próximo ano”, explica. Do Correio.