Dia D debate e incentiva participação dos educadores na construção da Base Nacional Comum Curricular, em Barreiras

Capa (1)

DSC_4438

DSC_4545

DSC_4578

DSC_4629

Barreiras iniciou na manhã de terça-feira, 03, a construção democrática e colaborativa do currículo para a educação infantil e fundamental no município. Centenas de professores, especialistas, coordenadores, pedagogos e gestores escolares estiveram reunidos no espaço Le Rêve para o Dia “D” da Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Durante todo o dia, estes profissionais discutiram e iniciaram a elaboração do documento, que tem como objetivo tornar igualitária a educação básica no Brasil.

Presentes à solenidade de abertura, a vice prefeita Karlúcia Macêdo, a secretária de educação Cátia Alencar, o representante da Undime prof. doutor Leandro dos Santos, a presidente da comissão da BNCC em Barreiras professora Zaira Fenato, a presidente do Conselho Municipal de Educação proessora Maria Aparecida Souza, a representante do NTE 11 professora Josélia Cruz e a diretora pedagógica da SME, professora Aldeci Oliveira Queiroz.

Em seu pronunciamento, a secretária de educação, Cátia Alencar convocou os educadores para auxiliarem na construção do documento, e acima disso proporcionar a todas as crianças e jovens das escolas municipais o direito de aprenderem os mesmos conteúdos e desenvolverem habilidades, indiferente que isso aconteça na escola pública ou privada. Ela ainda explicou que o objetivo da base é reduzir disparidades encontradas entre os currículos dos municípios, estados e regiões do País.

“Esse encontro foi preparado para iniciar o trabalho de superar o grande desafio das disparidades, por isso, quero convidar e até mesmo convocar todos os educadores municipais para nos ajudar a construir um documento em regime de colaboração. Cada município deve ter seu currículo com a proposta da base nacional curricular e cada município terá que rever o currículo existente, tudo isso de forma participativa e colaborativa. Contamos hoje, também com a presença de muitos secretários municipais, que estarão compartilhando experiências com nossa equipe e levando informações para a implantação do BNCC em suas cidades”, disse Cátia.

O representante da União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação – Undime, prof. doutor Leandro dos Santos que é secretário de educação de Luís Eduardo Magalhães disse que a BNCC elevará a qualidade do ensino em todo país, proporcionando o direcionamento para que possa haver equidade no ensino em todas as escolas. “Estamos em processo de reflexão coletiva para que todos os objetivos de aprendizagem sejam assegurados”, disse.

A rede municipal de ensino atende 23 mil estudantes, e a educação se tornou um grande compromisso da atual gestão. A vice prefeita Karlúcia Macêdo que representou o prefeito Zito Barbosa, falou das 32 escolas que já foram reformadas e requalificadas de forma simultânea, das cinco que já estão passando por requalificação, e também da autorização para construção de 16 escolas de referência e 14 quadras poliesportivas, com o objetivo de garantir aos profissionais, estrutura adequada para desenvolverem a implementação da BNCC.

“Nosso compromisso vai além da infraestrutura nas escolas, da remuneração em dia dos profissionais e projeto pedagógico, pensar na educação também está atrelada ao estabelecimento de oportunidades, diálogo, competências e habilidades, e com a implementação da BNCC esperamos que todos nossos estudantes absorvam ao longo da escolaridade básica um ensino de qualidade, com moldes que promovam o maior desenvolvimento cognitivo e princípios éticos, formando cidadãos de bem. Esse é mais um trabalho que se soma ao propósito da nossa gestão que busca proporcionar a construção de políticas públicas acessíveis e uma educação democrática e inclusiva”, afirmou a vice prefeita.

Programação – O professor Willamy Shelig da Silva Mendes, pós graduado em Psicologia Positiva pela Faculdade de Ohio-EUA, fez a palestra de abertura sobre a “Arte de Aprender”, com técnicas para melhoria do comportamento e relaxamento psicológico dos professores. Ainda pela manhã, foram discutidos os pontos essenciais do BNCC e a reestruturação da proposta curricular com o pedagogo Luiz Ricardo de Almeida. No período da tarde, as discussões se concentraram na avaliação da aprendizagem na perspectiva da BNCC, com Enimara Lins. O momento BNCC-BA no Território da Bacia do Rio Grande, conduzido pela diretora do NTE11, Maria Aparecida Vasco e a apresentação de propostas de Barreiras, pela diretora pedagógica da Secretária de Educação, Aldeci Queiroz. O evento foi encerramento com a apresentação da Escola de Música Antonino Sampaio.

Dircom/PMB