Sem cobrança extra: , Aneel anuncia bandeira tarifária de dezembro será verde

energia_linha-de-transmissao-agenciabrasilA Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta-feira (30) que não vai haver cobrança extra nas contas de luz de dezembro. A bandeira tarifária será verde por conta das condições favoráveis para geração de energia hidrelétrica, deixando o serviço com um custo de produção mais baixo.

“Apesar de os reservatórios ainda apresentarem níveis reduzidos, a expectativa é que a estação chuvosa continue promovendo elevação do nível de produção de energia pelas usinas hidrelétricas”, justificou a Aneel.

Em novembro, está em vigor a bandeira amarela. Portanto, há uma cobrança adicional de R$ 1 a cada 100 quilowatts-hora (kWh). Nos cinco meses anteriores, estava valendo a bandeira vermelha no patamar 2, o nível de cobrança mais alto. A cada 100 kWh consumidos, a cobrança extra era de R$ 5.

As cores das bandeiras (verde, amarela ou vermelha) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Bahia Noticias

Servidora pública é condenada a 77 anos de prisão por matar três pessoas em Gandu

A servidora pública estadual Anete Bispo dos Santos foi condenada ontem, dia 29, a 77 anos de prisão pelo Tribunal do Júri por ter provocado, intencionalmente, o acidente de trânsito que matou três pessoas e feriu outras quatro no município de Gandu, entre as feridas um adolescente de 13 anos e uma criança de três.

Conforme a denúncia do Ministério Público estadual, sustentada pela promotora de Justiça Maria Anita Araruna, o fato ocorreu no dia 20 de janeiro de 2001, nas mediações do KM 366 da BR-101, com a morte de Josenilda Cruz Barreto, Josinete Cruz Barreto e Diorita Silva Cruz. A sentença foi proferida pelo juiz Daniel Serpa de Carvalho, que determinou a perda do cargo de servidora no Poder Judiciário.

Anete Bispo foi condenada por homicídio doloso qualificado por motivo fútil e por não oferecer às vítimas qualquer oportunidade de defesa. Segundo a denúncia, a condenada perseguiu, em alta velocidade, e fechou “bruscamente” o carro das vítimas, fazendo-o capotar “diversas vezes”. A perseguição e a manobra criminosa ocorreram após discussão entre a servidora e as vítimas no trânsito

Cecom/MP

Barreiras: Hospital Eurico Dutra realizará Mutirão de Cirurgias de Catarata

capa De 7 a 9 de dezembro, sexta, sábado e domingo, pacientes que aguardam pela realização da cirurgia de catarata serão atendidos no Hospital Eurico Dutra, em regime de mutirão. A Secretaria de Saúde de Barreiras disponibilizou 100 vagas aos pacientes que já vinham fazendo acompanhamento médico na rede e as cirurgias serão feitas com recursos próprios do município.

saude humanizadaSerão atendidos dois grupos de pacientes, por dia, que já passaram pela avaliação do médico oftalmologista e receberam orientações sobre os cuidados necessários e o procedimento que será feito no Hospital Eurico Dutra, a partir das 6:00h. “Vale ressaltar que os pacientes devem levar os exames originais e os documentos pessoais no dia do procedimento”, disse Ana Paula Miranda coordenadora de cirurgias eletivas.

            Mesmo com o mutirão, a Prefeitura de Barreiras continuará o ritmo de realização das cirurgias de cataratas. Conforme a rotina de marcações, são em média 12 por semana, no Hospital Eurico Dutra. “Com o mutirão nós aceleramos os atendimentos neste fim de ano, atendendo à demanda da comunidade, e ainda aproveitamos o potencial do Hospital Eurico Dutra para estes procedimentos”, completou o secretário de saúde Anderson Vian.

            Atualmente, o Hospital Eurico Dutra oferece atendimentos de clínica médica, cirúrgica, e também é hospital referência no tratamento de saúde mental, hanseníase e tuberculose. Em breve, o hospital receberá uma ala de enfermaria pediátrica.

Dircom PMB

Sema realizou primeiro seminário de avaliação do estudo sobre potencial do aquífero Urucuia

A-t-mA Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realizaram, na última segunda-feira (26), um seminário de avaliação técnica do Estudo do Potencial Hídrico da Região Oeste da Bahia: quantificação e monitoramento da disponibilidade dos recursos do Aquífero Urucuia e superficiais nas bacias dos rios Corrente e Grande. Cerca de 50 especialistas e pesquisadores de diferentes instituições discutiram a metodologia e os primeiros resultados do estudo.
“Nosso objetivo é dar transparência e promover o debate sobre este trabalho que é financiado pelo Prodeagro. Procuramos compreender com a ajuda de especialistas os limites dos dados disponíveis, com foco na preocupação ambiental, social e produtiva para o desenvolvimento sustentável do oeste. Agradeço muito a colaboração de todos. Conseguimos formar um ambiente técnico da mais alta qualidade, e espero que eles possam continuar a contribuir com a gestão de água na Bahia”, disse o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis.
Participaram pesquisadores e especialistas de diferentes instituições, a exemplo da UFBA, Uneb, CPRM, Cerb, Agencia Nacional de Águas (ANA), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Seagri, SDR, SIHS, Sema, Inema, Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia, Aiba e Abapa.
O estudo, iniciado em abril de 2017, com previsão de conclusão em março de 2019, é formado por um conjunto de projetos colaborativos desenvolvidos por pesquisadores e técnicos das Universidades Federais de Viçosa e do Rio de Janeiro, com apoio da Universidade Federal do Oeste da Bahia, Universidade Federal de Goiás e da Universidade Estadual da Bahia. Financiado pela Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), em acordo de cooperação técnica com secretarias e órgãos do Governo do Estado da Bahia (Seagri, Sema, Inema, SIHS). Os projetos são financiados com recursos do Prodeagro e do CNPq.
No seminário, foram avaliados os temas Hidrogeologia, Hidrologia, Uso e Ocupação do Solo, Governança e Demandas do Uso da Água.
Entre as informações mostradas, consta que cerca de 80% do aquífero Urucuia está localizado no oeste da Bahia, o equivalente a 12 milhões de hectares. A área irrigada na região passou, entre 1990 e 2018, de 16.431 ha para 192.282 ha. A precipitação apresenta grande variação no período, com anos de 500 mm e anos de 1700 mm, mas vem diminuindo ao longo dos últimos 36 anos, com algumas regiões apresentando queda de 200 mm, sendo 1992 o último ano de pico em termos de grande precipitação.
“A importância do trabalho é inegável. A questão do conflito demanda clarear a situação, considerando a questão climática, questões ecológicas e a disponibilidade de água do aquífero. Reunir cientistas para discutir de forma interdisciplinar é de grande valor. A possibilidade de discutir significa a possibilidade de ampliar soluções. A expectativa de todos é pela prudência na busca de soluções”, comentou o professor de Hidrologia e Hidráulica da Uneb, o agrônomo Lázaro Vasconcelos.
A geóloga especialista em recursos hídricos da ANA, Márcia Tereza Gaspar, sinalizou a importância de obter avanços na governança e na gestão. ‘Os produtores investem em pesquisa porque procuram segurança nos seus investimentos. Um desafio será reverter os resultados em consequência regulatória. O que se vê forte no Urucuia é a relação entre a água superficial e subterrânea, integrar a gestão seria um esforço válido’, comentou.
Já a professora Yvonilde Medeiros, coordenadora do Grupo de Pesquisa em Gestão de Recursos Hídricos da UFBA, reforçou a seriedade do trabalho e das metodologias utilizadas. ‘É um primeiro passo. As metodologias são as mais adequadas. Como representante do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco, vejo que para melhorar a repartição do uso da água esse estudo é importantíssimo’.
Fonte: Sema

Tito discute a BR 135 no Ministério do Meio Ambiente em Brasília

O Deputado Federal eleito, Carlos Tito, participou nessa quinta-feira (29), de uma audiência no Ministério do Meio Ambiente com o Ministro Edson Duarte, na sede do órgão em Brasília. Criado em 1992, o Ministério do Meio Ambiente, tem como função formular e implementar políticas públicas ambientais nacionais de forma articulada e pactuada com os atores públicos e a sociedade para o desenvolvimento sustentável.

Durante o encontro foram tratadas as ações do ministério do Meio Ambiente, via IBAMA, relativas às obras paralisadas da BR 135, no trecho entre São Desidério e Correntina. Participaram do encontro, o Vice Presidente da Câmara dos Deputados Fábio Ramalho, a deputada federal Grayce Elias, Paulo Adamus e demais servidores. Na oportunidade, o Ministro destacou que tem acompanhado de perto essa situação e que o IBAMA já se manifestou reiterando e indicando todas as exigências que devem ser atendidas pelo DNIT, e que o Ministério tem feito várias gestões para compatibilizar os interesses regionais ao caso específico.

Logo após a reunião, Tito reafirmou o compromisso traçado em campanha de ajudar a resolver o problema de paralisação das obras da rodovia por tratar-se de uma obra importante para o escoamento da produção da região, contribuindo para o desenvolvimento econômico de diversos municípios. “Estou determinado a contribuir na busca das soluções para esse impasse ambiental. A região não pode esperar mais por isso. Essa obra precisa ser concluída o mais breve possível para fortalecer a economia regional e dar segurança e comodidade aos milhares de moradores do Oeste que dependem dessa via”, disse Tito.

Fala Barreiras

Estudantes da Escola Municipal São José propõem uma viagem pelo mundo da literatura

Capa

DSC_2261

DSC_2262

DSC_2271

DSC_2281

DSC_2354

DSC_2360

DSC_2389

Os 280 pequenos estudantes da Escola Municipal São José, na Vila Brasil, passaram um ano inteiro mergulhados em textos e conhecendo as particularidades de autores brasileiros. Trata-se do Projeto “Para gostar de Ler”, implantado em 2015, que propõe uma viagem pelo mundo da literatura. Nesta quinta-feira (29), o conhecimento adquirido pelos pequenos, com idades entre 3 a 5 anos, foi socializado para familiares, durante uma mostra de literatura, realizada durante todo o dia.

Pela manhã, o comando da exposição ficou por conta das seis turmas do Maternal II ao Pré II, à tarde, as outras seis turmas assumiram a função de mostrar o que aprenderam no decorrer do ano. “Cada turma desenvolveu atividades a partir de textos de um autor específico, assim, trabalhamos um total de seis autores e suas obras, com atividades de conto e reconto de histórias, como forma de despertar nas crianças o prazer pela leitura”, explica a coordenadora pedagógica, Luzimar Santos.

Os autores, selecionados a partir de suas produções literárias infantis foram: Elias José, Bartolomeu Campos de Queiróz, Ana Maria Machado, Eva Furnari, Vinícius de Moraes e José Paulo Paes. E, o resultado desse estudo, foi uma mostra recheada de personalidade e imaginação. “Nossos alunos apresentaram poemas, música e produções gráficas que traduziram um aprendizado de muita aproximação e intimidade com a nossa literatura, certamente, com esse estímulo, estaremos formando futuros leitores”, avalia a diretora da escola, Maria Verônica Porto.

A visitação é direcionada, principalmente para os pais e familiares das crianças que podem conferir de perto os trabalhos desenvolvidos e assistir as apresentações. Tudo foi organizado com capricho pela equipe pedagógica composta por sete professores, 12 monitores, coordenação e direção da Escola São José.

A secretária de educação, Cátia Alencar fez questão de viajar com os alunos e destacou a importância dos momentos lúdicos como forma de facilitar o aprendizado. “A literatura proporciona ao público de todas as idades um modo mais prazeroso de crescer como ser humano, torna o leitor mais criativo, sensível, além de contribuir diretamente no aprendizado do aluno. Por isso a Secretaria de Educação se faz presente dando todo o apoio necessário”, destacou.

Dircom/ PMB   29.11.2018

Conselho Gestor do Prodeagro destina R$ 15 milhões para investimentos em ações e projetos na região Oeste

IMG_5710Doze projetos que compõem o Edital 001/2018 do Programa de Desenvolvimento da Agropecuária (Prodeagro), referentes à Safra 2018/2019, foram aprovados durante reunião anual do Programa, realizada nesta terça-feira (27) no estande da Secretaria de Agricultura da Bahia, durante a Feira Internacional da Pecuária – Fenagro 2018. A secretária de agricultura da Bahia, Andréa Mendonça recebeu os demais membros do Conselho Gestor do Prodeagro para discutir os projetos em questão.

Um total de R$ 15 milhões de recursos serão disponibilizados para o desenvolvimento de ações de infraestrutura, logística e pesquisa, no oeste do Estado, algumas já em andamento e outras, ainda a serem implantadas. Trata-se de obras de abertura de estradas, construção e recuperação de pontes e projetos como o desenvolvimento de cultivares de gergelim, como alternativa para a sucessão da soja, no inverno, de responsabilidade da Fundação Bahia.

O presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), que também preside o Prodeagro, Celestino Zanella, destacou os avanços conquistados pelo Programa ao longo dos seis anos de existência. “Os resultados são muito positivos, esses recursos tornam possível a catalisação de ações, temos conseguido asfaltar ruas, cortar serras para a abertura de estradas, construir pontes. É uma soma de esforços e valores que envolve o Programa, agricultores e prefeituras, com multiplicação de recursos”, destacou.

IMG_5745Para a secretária Andréa Mendonça, o Prodeagro revela-se cada vez mais um importante programa de política agrícola do Estado da Bahia, e a Fenagro, o espaço estratégico para a realização de reuniões do setor e formação de novas parcerias. “É importante para nós, receber as demandas, buscar estratégias que garantam uma agricultura cada vez mais responsável e eficaz, e a Fenagro é o local para que isso aconteça, como é o caso do Prodeagro, que mantém ações efetivas para melhoria não apenas da atividade, mas, da vida das pessoas”, disse.

As ações desenvolvidas pelo Patrulha Mecanizada, um Projeto criado Abapa com recursos do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), e mantido, parte com aportes do Prodeagro e que garante a infraestrutura básica para que os agricultores baianos possam escoar a sua produção e melhorar a trafegabilidade das estradas vicinais até as propriedades rurais, foram destacadas pelo presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Busato. “Já investimos no Patrulha mais de 30 milhões, recuperamos mais de 1.300 quilômetros de estradas que cortam o Oeste baiano. Temos outros projetos na fila e estamos tentando aumentar ainda mais estes recursos para contemplar estes novos projetos. Daí a importância dos valores do Prodeagro somados aos dos produtores “, disse.

Fazem parte do conselho gestor do Programa a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa), Fundação Bahia e as secretarias estaduais de Agricultura (Seagri) e Infraestrutura (Seinfra).

Assessorias de imprensa da Abapa/Aiba