Prefeitura de São Desidério entrega mais casas na zona rural do município

01Moradora da região de Pontezinha, a jovem Maria do Socorro tem uma filha de dois anos e um bebê de apenas 10 dias de nascido. Eles viviam em uma casa de palha, sem segurança, sem conforto para passar os dias mais especiais da vida de uma mulher. Mas a sua história triste chegou ao fim, ela assim como mais duas famílias receberam suas casas, graças ao Programa Municipal Casa Bela, mantido com recursos próprios da Prefeitura de São Desidério.

02

Os olhos de dona Ana Venância, Arondina de Jesus e Maria do Socorro, brilhavam e as palavras de agradecimento foram de emoção. “Vida nova, hoje estou vivendo uma coisa difícil de explicar, é só agradecer a Deus e a essa gestão, que promete e cumpre”, disse dona Venância.

03

04

“Agora a minha filha com dez dias de nascida e a outra de dois anos, irão crescer dentro de uma casa de verdade, com segurança e conforto, porque antes a gente estava dividindo espaço com os ratos, insetos, cobras, escorpião e barbeiro. Hoje, estou tão feliz que o momento é mesmo de agradecimento”, complementou Maria do Socorro de 20 anos de idade, mãe de duas filhas. Arondina também compartilha do mesmo sentimento “Hoje é um dos dias mais felizes, o dia que realizei meu sonho, tenho uma casa com cerâmica, banheiro e pia, tem coisa melhor, se tiver desconheço”, falou emocionada.

05

Esta gestão tem levado esperanças e realização de sonhos para muitas famílias através do Programa Casa Bela. Ao todo já foram construídas mais de 100 casas. “Quando acompanhamos de perto a vida desses moradores, percebemos que o mundo precisa de mais humanidade, a alegria desse povo significa esperança e sonho realizado. Agradeço a Deus por ter a oportunidade de poder estar transformando vidas, realizando sonhos. Vamos continuar levando condições de vida, com moradias dignas, conforto e segurança”, relatou o prefeito Zé Carlos.06

Fonte: Ascom Prefeitura de São Desidério

SUPERMERCADO REDENÇÃO

O cliente encontra tudo em um só lugar, produtos alimentícios, produtos de limpeza e um completo açougue com os melhores cortes de carnes bovinas, suínas, frios e congelados.

Frutas e verduras com ótimos preços, venham conferir! Nas compras avista ou no cartão debito a partir de R$ 100,00 tem 5% de desconto durante todo mês de julho não deixe de economizar.

O Supermercado Redenção agradece a sua preferência.

Jaidi-07

Jaidi Supermercado-26

Jaidi-04

Jaidir Frios e açougue

Jaidi-06

Venham conferir! Supermercado Redenção, Rua Amazonas Centro de Roda Velha. Fone: 3684-2324

Fonte: Publicidade

Biometria na estrada: TRE-BA investe em audiências públicas para alavancar recadastramento no estado

 

Encontros são direcionados aos eleitores, gestores públicos e políticos das 281 cidades em fase obrigatória do recadastramento; o objetivo é debater a logística da revisão biométrica

unnamed

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) pegou a estrada para alavancar o último ciclo da biometria no estado. Com o projeto de audiências públicas, equipes do Eleitoral baiano já passaram por mais de 20 municípios. O objetivo é apresentar e debater a logística do último ciclo da revisão biométrica na Bahia, que tem como prioridade o atendimento com hora marcada. A meta é concluir a biometria antes das Eleições Municipais de 2020.

Para contemplar as 281 cidades em revisão obrigatória, distribuídas em 108 zonas eleitorais, o projeto de audiências públicas itinerante do TRE-BA pretende visitar 24 municípios no interior do estado. Até o momento, 21 encontros foram realizados, incluindo a audiência realizada em Salvador, na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia.

O encontro mais recente ocorreu na manhã desta sexta (5/7), na cidade de Gandu. Para a próxima semana, estão agendadas audiências em Remanso (10/7), Juazeiro (12/7) e Porto Seguro (12/7), essa última será conduzida pelo presidente do Eleitoral baiano, desembargador Jatahy Júnior.

Desafios

As audiências públicas têm ainda o objetivo de identificar e solucionar as dificuldades enfrentadas por algumas regiões do estado. Apesar de o agendamento facilitar o processo de recadastramento biométrico para os eleitores, ainda existem desafios a serem superados. Eleitores de locais mais afastados e com acesso limitado à tecnologia, por exemplo, têm dificuldade em realizar esse agendamento, seja pelo site (agendamento.tre-ba.jus.br) ou telefone (0800 071 6505). Além disso, após o agendamento, alguns eleitores ainda encontram dificuldade ou impossibilidade de deslocamento para os municípios sedes de suas zonas eleitorais. Nesse sentido, as audiências buscam também o engajamento das gestões públicas para instalação de novos postos, tanto para agendamento quanto para o atendimento.

Eleições 2020

As Eleições Municipais de 2020 são um dos principais norteadores do TRE-BA na realização dessa série de audiências públicas. Isso porque todas as cidades envolvidas na última fase da biometria possuem menos de 200 mil eleitores e, em razão disso, estão no contexto de impossibilidade de segundo turno para prefeito e vice-prefeito, conforme Constituição Federal. Na prática, isso significa que, nesses lugares, a diferença de um voto pode ser decisiva.

A preocupação é que, com os possíveis cancelamentos, a próxima eleição seja afetada em números de votantes. Com as audiências públicas, a Justiça Eleitoral pretende reduzir o número de títulos cancelados e, consequentemente, garantir uma maior participação popular no pleito de 2020. As audiências servem também para esclarecer políticos e possíveis candidatos quanto à possibilidade do auxílio à Justiça Eleitoral. É esclarecido, por exemplo, que a proibição de transporte de eleitores é restrita ao período eleitoral e que, no momento atual, todos podem e estão sendo convocados a colaborar.

As audiências ocorrem em municípios escolhidos pelo Tribunal de forma estratégica, levando em consideração suas localizações centrais, estando próximos a outros municípios participantes do 3º e último ciclo de biometria. Fazem parte do projeto as seguintes cidades: Barreiras, Itabuna, Santo Antônio de Jesus, Itaberaba, Cruz das Almas, Livramento de Nossa Senhora, Itapetinga, Euclides da Cunha, Salvador, Santa Maria da Vitória, Bom Jesus da Lapa, Lençóis, Caculé, Caetité, Irecê, Cícero Dantas, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Inhambupe, Campo Formoso, Gandu, Remanso, Juazeiro e Porto Seguro. Com base nesses 24 municípios, as outras cidades participantes do último ciclo de biometria foram divididas entre eles, de forma a otimizar as audiências.

Com o projeto das audiências públicas, o TRE-BA proporciona à população o encontro entre os três poderes (judiciário, legislativo e executivo), além de organizações não governamentais e outros setores da sociedade. Ao conquistar o apoio desses agentes políticos, o Regional baiano consegue, ao mesmo tempo, dinamizar sua atuação e economizar dinheiro público.

Ascom TRE-BA

Após trabalho intenso da nova gestão, São Desidério se destaca em 3º lugar como a melhor Gestão da Bahia e única no oeste

02

O município de São Desidério tem a terceira melhor gestão pública da Bahia de acordo o Índice de Governança Municipal (IGM-CFA), na categoria entre 20 mil e 50 mil habitantes e PIB per capita entre R$ 14.461 e R$ 296.459. O estudo, realizado pelo Instituto Publix, sob encomenda do Conselho Federal de Administração (CFA), foi divulgado nesta semana e corresponde ao ano de 2018.

O Índice CFA de Governança Municipal foi lançado em novembro de 2016 e tem seus parâmetros pautados nos temas Finanças, Gestão e Desempenho. A pesquisa considera áreas como saúde, educação, gestão fiscal, habitação, recursos humanos, transparência, violência, dentre outras. No ano que este índice foi criado, o município de São Desidério nem sequer apareceu no resultado do levantamento, que destacou as cidades paulistas de Ilha Bela e Santana do Parnaíba como as melhores, seguidas pela cidade catarinense Bombinhas.

Segundo o resultado baseado no ano de 2018, no índice geral São Desidério alcançou nota de 6.21, ficando atrás de Mata de São João com 6.83 e Sobradinho com 6,35. No quesito finanças, o município atingiu a nota (7,04) ficando em primeiro lugar no ranking baiano.

Este resultado reflete o trabalho intenso que a atual gestão vem desenvolvendo, sendo que nos últimos dois anos, o município passou por mudanças importantes em vários setores, trabalho que recebe o reconhecimento da população e de órgãos públicos como o CFA. Na área da saúde, São Desidério se tornou referência destacando-se como o terceiro município da Bahia e primeiro da região oeste que mais investiu na saúde por habitante no ano de 2017.

No setor de habitação mais de 100 casas já foram construídas com recursos próprios e entregues a famílias carentes do município. Na educação há grandes investimentos com a construção de dois grandes centros educacionais e uma biblioteca. Outro fator positivo foi a redução da violência no município, onde através da parceria da Prefeitura com o Governo do Estado foi implantada mais uma guarnição da Polícia Militar, com aumento de oito policiais no distrito de Roda Velha e policiamento diário no distrito de Sítio Grande. As comunidades rurais, distritos e sede recebem melhorias voltadas a infraestrutura, sistemas de abastecimentos de água são construídos para garantir acesso de qualidade á população rural.

“É muito satisfatório ver o resultado do nosso trabalho, estamos realizando investimentos em todas as áreas para assegurar, com qualidade, direitos básicos como saúde, educação e habitação, além de melhorar as condições de vida do povo, lembrando que primamos pela transparência, economicidade no uso dos recursos públicos, evitando gastos desenfreados e desperdícios”, disse o prefeito, Zé Carlos.

Ascom São Desidério

Encontro reúne especialistas em Incêndios Florestais no Oeste da Bahia

thumbnail

O município de Barreiras vai sediar um grande debate sobre prevenção e combate aos incêndios florestais no Oeste, considerada uma das regiões com maior ocorrência no Estado. O 1° Seminário de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Oeste da Bahia, que vai reunir especialistas do Brasil e de Portugal, será realizado na próxima quarta-feira (10), às 8h, no auditório da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob).

O evento é promovido pelo Subcomitê de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais da região Oeste da Bahia, por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Estado (Sema) e do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), e conta com o apoio da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Conservação Internacional e Prefeitura de Barreiras.

O intuito é promover um espaço de disseminação de estudos, experiências, alternativas, tecnologias e inovação sobre a temática dos incêndios florestais no Oeste. Estarão presentes representantes municipais, lideranças locais, associações, ONG’s, sindicatos, cooperativas, brigadistas, estudantes, produtores rurais e sociedade civil.

SERVIÇO: 

O quê: 1° Seminário de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Oeste da Bahia.

Quando: 10 de julho, das 8h às 17h.
Onde: Auditório da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), Campus Reitor Edgard Santos, Barreiras.
Ascom Sema

Irecê: Dançarina morre e músicos ficam feridos após grupo passar por bloqueio policial

IMAGEM_NOTICIA_5 (2)

Uma dançarina de uma banda de forró morreu e outros três músicos ficaram feridos na madrugada desta sexta-feira (5) em Irecê, no centro norte baiano. A dançarina Gabriela Moura chegou a ser levada junto com os feridos para o Hospital Regional de Irecê, mas não resistiu. O fato teria ocorrido por volta das 0h30.  As vítimas estavam em um carro Toyota SW4 de cor preta que retornava de Lapão, município da mesma região de Irecê.

Segundo a Polícia Civil local, ao passar por uma equipe das Rondas Especiais [Rondesp] o carro não teria parado, o que fez os PMs perseguirem o veículo e atirarem. À Rádio Líder FM, o proprietário da banda Casa de Reboco, conhecido como Toinho, negou a versão da Polícia. “O que nós sabemos que não houve nenhuma manobra, nenhuma contramão […] Não tinha motivo de tanta violência. O carro era de Irecê, o pessoal desceu desesperado pedindo para parar, que não tinha nenhum marginal, os vidros estavam baixos. Eu quero pedir o apoio das autoridades que nos ajude porque isso não pode ficar dessa forma porque pode acontecer com outras famílias”, relatou o empresário.

Estão ainda no Hospital Regional de Irecê a vocalista Joelma Rios, a outra dançarina Suelen Sodré Mendonça Pinheiro e o sanfoneiro Elieselson Possindônio. O motorista, identificado como Cláudio Pereira Batista, não foi atingido pelos disparos.

Fonte: Bahia Notícias/ Odestaque

Luís Eduardo Magalhães tem queda de 60% na taxa de homicídio

luc3ads-eduardo-ac3a9rea-foto-vespa-825x510

A Divisão de Homicídios da Delegacia de Polícia Territorial de Luís Eduardo Magalhães, sob coordenação do delegado Dr. Joaquim Rodrigues de Oliveira, divulgou relatório semestral que comprova a redução do número de Crimes Violentos Letais
Intencionais – CVLI’s (homicídio consumado, latrocínio consumado e lesão corporal seguida de morte) ocorridos neste município, comparativo este feito entre os anos de 2018 e 2019.Segundo dados constantes no Sistema de Gerenciamento Estatístico – SGE, da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia, entre o período de 01/01/2018 a 04/07/2018, Luís Eduardo Magalhães registrou 25 (vinte e cinco) casos envolvendo homicídios e latrocínio consumados, ao passo que, no mesmo período, porém neste ano de 2019, foram registrados apenas 11 (onze) crimes da mesma natureza, o que, perfaz uma redução absoluta de cerca de 60% dos casos.

Em comparação aos anos anteriores, houve redução ainda maior dos casos de homicídios e latrocínios, haja vista que considerando o mesmo período acima citado, no ano de 2017 foram registrados 30 (trinta) casos, totalizando uma redução de 65% e, em 2016, haviam sido registrados 32 (trinta e dois) casos, o que perfaz uma redução de cerca de 70% dos crimes, levando em consideração o ano corrente.

Além disso, neste ano de 2019 já foram concluídos e remetidos ao Ministério Público, titular da ação penal, 11 (onze) inquéritos policiais que apuraram a prática do crime de homicídio doloso consumado e latrocínio consumado, todos com autoria definida, indiciamento e representação por prisão preventiva dos autores/partícipes.

Ainda, segundo o DPC Joaquim Rodrigues, destes 11 (onze) crimes violentos letais e intencionais, dos quais 10 (dez) foram homicídios dolosos consumados e 01 (um) se trata de latrocínio consumado (roubo seguido de morte), o Setor de Investigação já possui autoria definida de 10 (dez) casos, sendo que em apenas um crime de homicídio ocorrido a autoria ainda necessita de colheita de mais elementos de prova para ser elucidado. Diante desse quadro de autoria definida, a Autoridade Policial confirmou que já representou pela prisão temporária/preventiva dos envolvidos em tais delitos.

Na ocasião, o delegado Joaquim Rodrigues aproveitou a oportunidade para enaltecer e agradecer a valiosa colaboração e, especialmente, a credibilidade que o Poder Judiciário e o Ministério Público vem atribuindo às suas representações policiais, ressaltando que é de fundamental importância a atuação da Polícia Civil em harmonia com o interesse da sociedade, visando sempre combater a criminalidade que por ora se instalou no município de Luís Eduardo Magalhães.

Fonte: Mural do Oeste

Bahia tem aumento de 535,3% em casos de dengue com cerca de 1 mil casos registrados em Correntina

IMAGEM_NOTICIA_5 (1)

A Bahia registrou aumento de 535,3% nos casos de dengue no primeiro semestre deste ano. Foram 40.881 casos prováveis [já excluídos os descartados] entre 30 de dezembro do ano passado e 18 de junho deste ano, segundo informou ao Bahia Notícias nesta quinta-feira (4) a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). No mesmo período de 2018 foram notificados 6.434 casos prováveis. Neste ano, a pasta identificou notificações de casos de dengue em 345 municípios.

As cinco cidades com mais notificação para casos de dengue foram: Correntina, no oeste, com 1.015, seguida de Coração de Maria, no Portal do Sertão, com 830, Serrolândia, no Piemonte da Diamantina, 425, Caturama, no sudoeste, 239, e Caem, no Piemonte da Diamantina, 235.

Em relação a mortes causadas pela doença, Feira de Santana registrou o maior número: 8 óbitos. Depois de Feira, vem Salvador com 3, e Paulo Afonso, com 2. Registraram um óbito causado pela enfermidade as cidades de Candeias, Rafael Jambeiro, Saubara, Jacobina, Paripiranga, Presidente Dutra e Santo Antônio de Jesus. Seis mortes com suspeita de serem causadas por dengue seguem em investigação.

CHIKUNGUNYA

No caso de chikungunya, o estado registrou 1.523 casos entre 30/12/2018 e 18/06/2019. No mesmo período de 2018, foram notificados 2.888 casos prováveis, o que representa uma redução de 47,2%. No total, 146 municípios realizaram notificação para chikungunya neste ano. Em relação a mortes, foram 3 óbitos, sendo 2 em Feira de Santana (confirmados por critério laboratorial) e 1 em Candeias (confirmado por critério clínico epidemiológico).

ZIKA

Um total de 781 casos prováveis de zika foi notificado no período de 30/12/2018 a 18/06/2019. No mesmo período de 2018, houve notificação de 927 casos prováveis, o que representa uma queda de 12,2%. No total, 119 municípios realizaram notificação para a doença. Até o momento não há registro de óbito causado pela enfermidade.

Fonte: Bahia Notícias