Venham para o Jaidi Supermercado fazer suas compras com economia

O cliente encontra tudo em um só lugar, produtos alimentícios,

Um completo açougue com os melhores cortes de carnes bovinas e suínas, frutas e verduras e agora com mais uma novidade, padaria e lanchonete com deliciosos pães, lanches e salgados em geral.

Jaidi-07

Jaidi-04

Jaidir Frios e açougue

Jaidi-06

Jaidi-padaria-01

Venham conferir Jaidi Supermercado Rua Amazonas Centro de Roda Velha, Fone:3684-2324

Fonte: Publicidade

Informativo Embasa: Pane na captação interrompe abastecimento neste sábado (16) em Luís Eduardo Magalhães

Informativo Embasa

Por causa de uma pane na captação, o abastecimento está temporariamente interrompido nos bairros: Cidade Universitária 1 e 2, Cidade Alta, Campos Elíseos, Jardim das Acácias, Jardim Imperial, Jardim Ypê, Jardim Paraíso, Luar do Cerrado, Novo Horizonte, Santa Cruz, Sol Nascente, Tropical Ville 1 e 2, Vereda Tropical e Verde Vida. Serviço previsto para ser concluído à noite com normalização no domingo (17) ao longo do dia. Informações:0800 0555 195 / (77) 3628-9488

Por causa de uma pane na captação, identificada na manhã deste sábado (16), o abastecimento está temporariamente interrompido nos seguintes bairros da sede de Luís Eduardo Magalhães: Cidade Universitária 1 e 2, Cidade Alta, Campos Elíseos, Jardim das Acácias, Jardim Imperial, Jardim Ypê, Jardim Paraíso, Luar do Cerrado, Novo Horizonte, Santa Cruz, Sol Nascente, Tropical Ville 1 e 2, Vereda Tropical e Verde Vida. Serviço previsto para ser concluído à noite com normalização no domingo (17) ao longo do dia. Informações:0800 0555 195 / (77) 3628-9488

Ascom Embasa

Secretaria de Saúde de Barreiras recebe Kits para fortalecer o combate ao Aedes Aegypti

CAPA (1)

DSC_1502

DSC_1508

DSC_1514

DSC_1516

A Secretaria de Saúde de Barreiras recebeu da Secretaria de Saúde do Estado – Sesab, através do Núcleo Regional de Saúde/Oeste, 72 Kits de trabalho para os agentes municipais de combate às endemias. Os kits contém uma bolsa padronizada com 26 itens indispensáveis para a realização do trabalho de campo no combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika.

Em Barreiras, são vistoriados permanentemente 80 mil imóveis, incluindo cemitérios, terrenos baldios e residências. O secretário de saúde, Anderson Vian, após receber os kits da coordenadora do NRS/Oeste, Suzete Dias, enfatizou a importância do material e os cuidados que a população deve tomar nesse período de verão.

“Nossa equipe de agentes de endemias está realizando um trabalho eficaz no combate ao mosquito Aedes Aegypti, em Barreiras. Os novos Kits de trabalho facilitarão ainda mais as ações, mas a população também precisa ficar de olho, se preocupar com o acúmulo de água parada em vasilhames, terrenos baldios com recipientes e pneus, e caso identifiquem larvas ou mosquitos entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses”, disse o secretário.

Para o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses, Ubirajara Marques, os kits chegam em boa hora, pois com aumento da temperatura e das chuvas de verão, os cuidados têm que ser redobrados. “Estamos à disposição para atender as demandas, e eliminar os focos de mosquito e para isso, contamos com a colaboração dos moradores. Em caso de denúncias, podem ligar para o Disk Denúncia 0800 284 50 88 ou no telefone 3613 9574”, disse.

Dircom Barreiras

Prefeitura de São Desidério em parceria com ABAPA doa kits de irrigação a produtores do município

Seagri 1

Seagri 2

Seagri 3

Seagri 4

Por meio da parceria entre a Prefeitura de São Desidério e a Associação Baiana de Produtores de Algodão (ABAPA), pequenos produtores da Agricultura Familiar do município receberam equipamentos de irrigação doados pela ABAPA. A entrega simbólica dos kits aconteceu na manhã de sexta-feira 15, na comunidade de Samambaia com a presença da secretária de Agricultura, Patrícia Rocha, técnicos da SEAGRI e o diretor executivo da ABAPA Lidervan Morais.

Dos seis kits doados, quatro beneficiaram famílias de Samambaia, um será destinado ao Assentamento Vitória no distrito de Roda Velha I e outro para o povoado de Ilha do Vítor. “Agradecemos a ABAPA por essa parceria com a Prefeitura de São Desidério. Essas parcerias têm somado às ações da Secretaria de Agricultura para desenvolver a Agricultura Familiar em nosso município. A partir da entrega dos kits a SEAGRI irá continuar dando todo o apoio técnico aos pequenos produtores”, destacou a secretária Patrícia. (mais…)

Prefeitura de Barreiras avança com programa de arborização em ruas e avenidas da cidade

Capa

DSC_1849

DSC_1851

DSC_1863

DSC_1874

DSC_1876

Desde o início deste ano, no período de um mês e meio, mais de 300 mudas de espécies nativas do cerrado foram plantadas em vias e espaços públicos de Barreiras. A ação de arborização integra o Programa Barreiras Cidade Verde e Sustentável, da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, e conta com a parceria da Secretaria de Infraestrutura, que assume a função de regar as plantas, sempre que necessário.

Nesta quinta-feira (14), os trabalhos de plantio de mudas começaram ao longo da Rua das Turbinas, no trecho de 1 km, entre o Senai e o Hospital do Oeste. Equipes das duas secretarias, se revezaram ainda nesta manhã de sexta-feira (15) arborizando a via, com 42 mudas de acácia amarela (uma exceção, por não serem do cerrado), que, após serem plantadas e molhadas por um caminhão pipa, recebem uma grade de proteção para garantir o crescimento seguro. (mais…)

Feira de Santana: Homem morre em clínica durante endoscopia e corpo é levado para casa pelo Samu e deixado em sofá

foto2 Foto: Reprodução/TV Subaé

Um homem de 51 anos passou mal durante uma endoscopia e morreu, na quarta-feira (13), em uma clínica localizada na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.

Em seguida, o corpo do paciente foi transportado para casa da família dele por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que havia sido acionado para prestar socorro.

O caso foi denunciado pelos familiares do homem para a Polícia Civil, que investiga a situação.

De acordo com a família, o homem morreu por volta das 11h da quarta-feira, no Instituto de Doenças do Aparelho Digestivo (Idad). Edilberto Lopes Batista estava realizando a endoscopia, por conta de dores no estômago, quando se sentiu mal.

A clínica acionou o Samu para atender o paciente, mas, ao chegar no local, a equipe constatou que o homem havia morrido. Em seguida, o corpo de Edilberto foi levado para casa e colocado no sofá da sala da família.

“O Samu já deixou o corpo dentro da residência sem comunicar a ninguém. Largou lá como se fosse um indigente, como se não existisse familiar. E mandou que a família fosse buscar um atestado de óbito lá no Samu”, disse Jodailton de Almeida, cunhado de Ediberto.

Sem entender o que estava acontecendo, familiares de Edilberto acionaram a polícia. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana esteve no local e fez a remoção do corpo do homem. Edilberto foi enterrado na tarde desta quinta-feira (14), no Cemitério São joão Batista, em Feira de Santana, sob muita comoção.

Os familiares de Edilberto contam que ele não tinha nenhum problema de saúde, e tentam entender o que houve. Segundo a família, nenhum explicação foi dada pela clínica e nem pelo Samu. A situação está sob investigação da 2ª Delegacia de Feira de Santana, onde o caso foi registrado.

“Prestamos queixa e vamos correr atrás, vamos lutar por aquilo que fizeram com o corpo de meu irmão”, contou Miguel Arcanjo Batista, irmão de Ediberto.

De acordo com a delegada Bianca Torres, que apura o caso, foi pedido um laudo de necropsia para apurar as causas da morte de Edilberto. A delegada informou também que vai ouvir a família, os médicos do Samu que estavam no plantão e a equipe que fez o exame da vítima.

A reportagem da TV Subaé tentou gravar entrevista com o Samu, mas a direção do órgão preferiu divulgar uma nota, informando que a médica que atendeu Edilberto considerou que a morte do paciente teria sido natural e, nesse caso, o procedimento é entregar o corpo à família.

Já a clínica que realizou o exame disse, em nota, que a endoscopia foi feita sem nenhum problema e só depois o paciente teve uma parada cárdio respiratória.

O estabelecimento informou também que tentou reanimar Edilberto e acionou o Samu, que continuou o atendimento, mas não teve êxito.

Fonte: G1 BA

Ação do MP resulta na retirada de nove crianças que viviam embaixo de ponte em Barreiras

logo_mp_0Nove crianças moravam embaixo de uma ponte, em convívio com animais, bebidas alcoólicas, fezes e sujeira, às margens do Rio Grande e da BR 242, no município baiano de Barreiras. Uma delas, de apenas três anos, perdeu a perna direita ao ser atropelada nas mediações da ponte por um veículo de carga pesada, enquanto sua mãe lavava roupas no rio, no último mês de dezembro. A situação, comunicada pelo Conselho Tutelar de Barreiras ao Ministério Público baiano, chamou a atenção do promotor de Justiça Márcio Guedes que visitou pessoalmente o local e, em razão da situação de vulnerabilidade constatada, ingressou com uma ação de suspensão do poder familiar de cinco crianças irmãs para que fossem retiradas do local e acolhidas temporariamente em um abrigo. O juiz Ricardo Costa e Silva, atendeu o pedido do MP, e determinou a retirada dos cinco irmãos do local. A determinação foi cumprida na última sexta-feira, dia 8, com o apoio de policiais e bombeiros militares, conselheiros tutelares, assistentes sociais e psicólogos. Outras crianças que viviam no local também foram acolhidas e estão abrigadas no Lar de Emmanuel, que fica no município.

A medida de suspensão do poder familiar, segundo a decisão do juiz, foi deferida com a finalidade de “resguardar a integridade física e psicológica das crianças”. Ele determinou, ainda, que o acolhimento fosse feito no Lar de Emmanuel e que as crianças estudem e recebam acompanhamento especializado. Na manhã de ontem, dia 13, após cinco dias da ação de retirada das crianças do local, o promotor de Justiça Márcio Guedes visitou o abrigo que as acolheu para se cientificar da situação delas e encontrou as crianças bem vestidas e alimentadas, as maiores frequentando escolas e as menores recebendo as vacinas adequadas. “As crianças estão bem acolhidas, recebem a visita dos pais, e a tendência é que retornem para suas famílias, sob a condição de que não voltem a morar embaixo da ponte”, afirmou o promotor de Justiça. De acordo com informações colhidas pelo Ministério Público, a família possui uma casa em um bairro da cidade, mas permanecia morando embaixo da ponte em virtude do imóvel “ser pequeno” e “para comercializar seus produtos (de limpeza) e receber doações” no local. Para que a condição das famílias também seja avaliada, o promotor Márcio Guedes encaminhará cópia do processo para a Promotoria de Justiça com atribuição na área da Cidadania. Segundo ele, mais de 20 pessoas ainda moram embaixo da ponte.

Telefones: (71) 3103-0446 / 0449 / 0448 / 0499 / 6502

Fonte: Cecom/MP