Ainda de olho no clima no Meio-Oeste, milho encerra sessão desta 4ª feira em campo negativo em Chicago

MILHOA quarta-feira (14) foi de volatilidade aos preços do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT). Após iniciar o dia em campo positivo, as cotações do cereal voltaram ao lado negativo da tabela e encerraram o dia com quedas entre 3,50 e 4,00 pontos. O vencimento julho/17 era cotado a US$ 3,77 por bushel, enquanto o setembro/17 trabalhava a US$ 3,85 por bushel. O dezembro/17 fechou o pregão a US$ 3,95 por bushel.

O foco dos participantes do mercado permanece no comportamento do clima no Meio-Oeste. E, segundo o noticiário internacional, reportou que as algumas localidades, como as Dakotas, receberam chuvas, porém, outras ainda precisam de precipitações.

“O milho da porção leste do Corn Belt está entrando em fase de polinização em bom estado, porém, na porção oeste as condições não são as melhores devido à escassez de umidade”, reportou a Granoeste Corretora de Cereais em seu comentário diário.

O site Agriculture.com destacou que os maiores produtores de milho e soja nos EUA, Iowa e Illinois, receberam poucas ou nenhuma chuva nos últimos dias. Em entrevista ao portal, o meteorologista David Streit, da Commodity Weather Group, ressaltou que algumas chuvas são previstas para o Corn Belt em breve.

“Mas as tempestades serão intermitentes e irregulares, por isso, prever exatamente onde a precipitação cairá é difícil identificar. Nenhum dos sistemas que produzem chuvas é muito organizado”, reforça o especialista.

As áreas mais prováveis para perder as chuvas nos próximos setes dias são os estados ocidentais do cinturão produtor de milho, incluindo Nebraska, Kansas e Dakota do Sul. “Vários modelos meteorológicos estão apresentando poucas chuvas em partes do leste de Illinois e oeste de Indiana”, disse Streit.

Além disso, o clima quente também permanece como uma preocupação dos produtores americanos, cujas culturas recém-emergidas foram obrigadas a aguentar o calor forte recentemente. O meteorologista ainda explica que uma nova onda de calor é esperada para entrar no cinturão produtor de milho.

“Não são todas más notícias, embora a as chuvas previstas nos próximos 7 a 10 dias sejam intermitentes. As precipitações deverão ajudar a construir a umidade necessária do solo nas áreas contempladas”, diz Streit.

Ainda assim, o meteorologista alerta que algumas áreas de milho foram semeadas com solos úmidos. Cenário que resulta em sistemas radiculares rasos, então se o clima permanecer quente, mesmo antes da polinização, poderia significar problemas aos agricultores, informou o Agriculture.com.

“O milho é bastante difícil de resistir até cerca de uma ou duas semanas antes do processo de polinização. Se entrarmos na segunda ou quarta semana de julho, é quando você faz ou quebra seu rendimento. É quando vamos nos concentrar”, completa Streit.

Até o início dessa semana, em torno de 67% das lavouras apresentavam boas ou excelentes condições, conforme último levantamento do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). Além disso, a queda registrada no petróleo, de mais de 3,7% na Bolsa de Nova York, também pesou sobre o mercado do cereal dada a relação com o mercado de etanol no país. O barril fechou o dia a US$ 47,73.

Mercado brasileiro

Mais uma vez, as cotações do milho praticadas no mercado doméstico apresentaram ligeiras modificações nesta quarta-feira. Conforme levantamento do economista do Notícias Agrícolas, André Lopes, o valor subiu 6,67% em Campo Novo do Parecis (MT), com a saca do milho a R$ 16,00. Em Tangará da Serra (MT), a alta foi de 3,03%, com a saca a R$ 17,00.

Já em Rondonópolis, ainda no estado mato-grossense, a perda ficou em 2,63%, com a saca do cereal a R$ 18,50. No Oeste da Bahia, o dia também foi negativo com a saca do milho a R$ 22,50 e queda de 1,10%. No Porto de Paranaguá, a saca futura caiu 1,69%, com a saca a R$ 29,00.

Os preços permaneceram estáveis antes do feriado de Corpus Christi, comemorado nesta quinta-feira no Brasil. Contudo, a chegada da safrinha no mercado interno continua no radar dos investidores. Em Mato Grosso, a colheita se aproxima de 6% da área cultivada nesta safra, já no Paraná, o índice é de 1%.

Enquanto isso, na BM&F Bovespa os preços do milho encerraram o dia em queda. As principais posições do cereal caíram entre 0,76% e 1,18%. O setembro/17, referência para a safrinha brasileira, recuou 0,92% e finalizou o dia a R$ 26,94 a saca. O novembro/17 terminou a sessão a R$ 27,57 a saca, com desvalorização de 1,18%.

As cotações cederam em meio à queda registrada no mercado internacional e também no dólar. A moeda norte-americana caiu 0,84% e encerrou o pregão a R$ 3,2805 na venda. A moeda recuou depois do Federal Reserve, banco central norte-americano, elevar a taxa de juros do país, em 0,25%, e sinalizar que poderá começar a reduzir sua carteira de títulos esse ano, informou a Reuters.

Confira como fecharam os preços nesta quarta-feira:

> MILHO

Fonte: Notícias Agrícolas

Projeto de transparência volta a ganhar fôlego na Câmara de Vereadores de LEM

Ele não desiste! O vereador Kenni Henke (DEM), após uma derrota apertada (sete votos a seis) e inesperada na Câmara de Vereadores em abril, quando apresentou um projeto de lei de transparência, que previa a identificação e controle da frota de veículos alugados ou próprios da Prefeitura, levantou, sacudiu a poeira e deu a volta por cima.

Foto:Douglas Batista

Em sessão realizada nesta terça-feira, (13), a Câmara apresentou uma alteração à Lei 156 de 2004, que “impõe obrigatoriedade de identificação dos veículos municipais ou que prestem serviços ao município”. Lei essa que tinha servido de justificativa para os sete vereadores que votaram contrários ao projeto de Henke.

Na oportunidade, Cleidi Bosa (PSD), Raimundo Nacional (PTN), Mardônio da Rocha (SD), WGS Guinho (SD), Luciano Santos (PSC), Santil (PDT) e Victor do Ferro Velho (PDT), alegaram que não havia a necessidade de uma nova lei que versasse sobre o mesmo assunto.

Kenni Henke e outros colegas como Carlos Koch (PSC), utilizaram da premissa de que uma nova lei substituía a anterior e que o projeto de Henke era mais completo, no entanto, a tentativa não prosperou.

Agora, novamente na casa, fica a expectativa de uma aprovação, pelo menos de uma alteração na lei. Vamos acompanhar os próximos capítulos.

Fonte:Blog Douglas Batista

PRF inicia operação Corpus Christi 2017.

PRF-fiscalizacaoA Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia inicia à 0h de quarta-feira (14) a Operação Corpus Christi 2017. O esquema especial promoverá o reforço no policiamento em pontos estratégicos das rodovias federais até às 23h59 de domingo (18). O objetivo das ações é diminuir o número de acidentes graves no período e garantir a livre circulação dos usuários. Para tanto, serão realizadas, além do patrulhamento rotineiro, fiscalizações voltadas para coibir as práticas mais nocivas no trânsito como excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens forçadas ou proibidas.
Haverá ainda uma especial atenção voltada para a fiscalização de motocicletas, tipo de veículo que gera danos severos nos ocupantes em caso de acidente. Haverá a utilização de viaturas de duas rodas operadas por policiais treinados, o que tornará a fiscalização mais eficiente em decorrência da agilidade desses equipamentos. As equipes estarão dispostas principalmente nos perímetros urbanos de rodovia.
No ano passado, os trechos da região sul da Bahia (BRs 101 e 367), do Anel de Contorno e cidades próximas de Feira de Santana (BRs 116 e 324) foram os locais com maior número de ocorrências graves, representando mais da metade dos óbitos registrados. Por essa razão, o Grupo de Motociclistas de Estado (GME) e mais equipes de reforço serão colocadas nesses pontos durante a Operação.
Embora não tenham ocorrido mortes na Operação em 2016 no trecho da BR 324 na saída de Salvador e da BR 101 no Recôncavo, também haverá equipes extras em pontos estratégicos em decorrência do grande fluxo de saída esperado para o período.
No ano passado, a Operação Corpus Christi, entre 25 e 29 de maio, registrou 27 acidentes considerados graves, aqueles que resultaram em pelo menos um ferido grave ou morto. Essas ocorrências resultaram em 21 mortos e 19 feridos graves.
Com relação aos tipos de acidentes mais letais no período, o destaque vai para a colisão frontal, modalidade de ocorrência que matou 13 pessoas somente no período em análise. A queda de motocicleta vem logo em seguida, com três óbitos, seguida de colisão transversal (2), colisão lateral (2) e saída de pista (1).

Eleições 2018: Bolsonaro e Lula aparecem empatados em Goiás

001Em Goiás, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) aparece empatado com Lula na preferência da população para 2018. É o que revela uma pesquisa inédita do Instituto Paraná Pesquisas e divulgada pela revista Veja. No primeiro cenário, Lula tem 22,4% das intenções de votos, contra 20,4% do deputado federal. João Doria está com 11,4%.
Já no cenário sem o prefeito de São Paulo, a disputa entre os dois primeiros é ainda mais acirrada. Lula teria 22,8% dos votos, contra 21,9% que votariam em Bolsonaro. Em terceiro, Marina Silva, com 9,6%.
Em relação a Michel Temer, 71,9% consideram sua administração ruim ou péssima.

 

Bocão News

TRE-BA ASSINA CONVÊNIO COM PREFEITURA DE BARREIRAS NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA (20)

BiometriaUm convênio será assinado na próxima terça-feira (20/6) entre o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) e a Prefeitura de Barreiras. A cerimônia, prevista para 9h30, ocorrerá na Câmara Municipal da cidade (Avenida Dr. Clériston Andrade, 1353, São Miguel) e contará com a participação do presidente do TRE-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano e do prefeito de Barreiras, Zito Barbosa.
O termo de parceria assegura o apoio do município ao processo de recadastramento biométrico, obrigatório no município e em outras 51 cidades baianas. Na oportunidade também será assinado convênio entre a Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE-BA) e a Secretaria de Educação Municipal para ampliação do projeto Eleitor do Futuro pelo interior do estado.
Obrigatoriedade
O comparecimento é obrigatório e quem não atender à convocação terá o título de eleitor cancelado. Com isso, o cidadão poderá ter restrições no CPF – o que pode acarretar dificuldades para realizar cadastro em benefícios federais, a exemplo do Bolsa Família – na emissão do passaporte, no recebimento de aposentadoria ou pensão paga pelo governo federal, na efetivação de matrícula em instituição de ensino superior, para tomar posse em cargo público, além de outros impedimentos.
O recadastramento biométrico é um processo simples e está dividido em cinco etapas: coleta das digitais de todos os dedos das mãos, registro fotográfico, assinatura digital, revisão dos dados cadastrais e reimpressão de novo título.
Para mais informações, acesse biometria.tre-ba.jus.br.

PESTE BUBÔNICA DEIXA CEARÁ EM ESTADO DE ALERTA

rato-roedor-620-original1Na tarde da segunda-feira, 12, um alerta para notificação imediata de peste bubônica foi emitido pela Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa).
A doença é transmitida pela bactéria Yersinia Pestis, a mesma da peste negra, que matou milhões de pessoas na Europa durante a Idade Média. Essa bactéria tem como vetores pulgas de dezenas de espécies, sendo os principais hospedeiros roedores, como camundongos, ratos, capivaras e até porquinhos-da-índia.
Os humanos não são os hospedeiros naturais, mas contraem a doença quando mordidos pelas pulgas infestadas nesses animais ou inalando ar contaminado. O contato com os roedores ocorre, segundo a secretaria, quando o homem invade os ecossistemas desses hospedeiros infectados em atividades de caça, agricultura, comércio ou lazer.
De acordo com documento da Secretaria, os focos de peste são comuns em áreas de alta altitude, com temperatura mais amena e ar mais úmido.
O último caso da doença no Estado foi confirmado em 2005, por exame sorológico, no município de Pedra Branca. A nota técnica da secretaria orienta vigilância em 42 cidades cearenses. As principais áreas de risco com foco de peste e, portanto, de importância para a vigilância estão localizadas nas Serras de Baturité, Serra do Macaco, Uruburetama, Pedra Branca, Ibiapaba, Matas e Chapada do Araripe, de acordo com nota da Secretária de Saúde do Ceará.
Ainda que nenhum caso tenha sido efetivamente detectado, o órgão destaca que “a persistência desses focos deve ser considerada uma ameaça real e permanente de acometimento humano nessas regiões, que pode estender-se para outros lugares, inclusive centros urbanos, tornando-se imperativo que os técnicos de saúde estejam preparados para lidar com o problema”.
Ainda de acordo com o comunicado, os sintomas da peste bubônica são mal-estar, abatimento, dor de cabeça, dores no corpo, vômitos, pulso acelerado, arrepios de frio, febre alta, bubões. Já a peste pneumônica pode acarretar arrepios de frio, dor de cabeça intensa, delírio ou prostração absoluta, respiração ofegante, tosse frequente, escarro abundante e pulso acelerado.
A Sesa define como caso suspeito um paciente sintomático ganglionar (manifestação de bubões ou adenite dolorosa) ou respiratório (manifestação de tosse, dispneia, dor no peito, escarro muco-sanguinolento) com febre e/ou mais dos sintomas: calafrios, cefaleia, dores no corpo, fraqueza, anorexia, hipotensão e/ou pulso rápido/irregular oriundo de zonas ativas de ocorrência da peste (1 a 10 dias).
Fonte:Veja

Publicidade

Jaidir Supermercado tem os melhores preços venham conferir

20170104_105625

20170104_105638

20170104_105724Um completo açougue com carnes de qualidade pelo menor preço

20170104_105921

Frios e congelados

20170104_105936

Verduras fresquinhas é aqui no Jaidir Supermercado

JS VerdurasJaidir Supermercado Rua Amazonas no Centro Roda

Dono de frigorífico é preso e 1 tonelada de carne é apreendida em operação

whatsapp-image-2017-06-13-at-11.16-e1497383197269

O dono de um frigorífico localizado em Salvador foi preso em flagrante e cerca de uma tonelada de carne que estavam no estabelecimento foram apreendidas, durante a operação “Carne Boa”, realizada na segunda-feira (12), pela Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA), com o apoio da Delegacia do Consumidor, Vigilância Sanitária e Ministério da Agricultura. De acordo com o Procon, durante a ação, foi constatado que os produtos de origem animal não tinham passado por inspeção do Ministério da Agricultura, mas estavam sendo embalados para comercialização. Conforme o Procon, além da falta de inspeção, o frigorífico comercializava a carne utilizando o Selo de Inspeção Federal (SIF) de outra empresa. O órgão entende que a prática desses atos põem em risco a saúde e a segurança do consumidor. Todo o material encontrado foi apreendido e encaminhado para descarte pela Vigilância Sanitária e por agentes do Ministério da Agricultura.

Ubatã Noticias