Covid-19: plano de imunização está praticamente pronto, diz Bolsonaro

Live da semana Presidente Jair Bolsonaro, 26/11/2020
Live da semana Presidente Jair Bolsonaro, 26/11/2020

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (26), durante sua live semanal nas redes sociais, que um plano nacional de imunização contra a covid-19 está praticamente pronto e que o governo federal vai adquirir uma vacina tão longo ela seja autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

“Uma vez certificado pela Anvisa, qualquer medicamento e qualquer vacina, da nossa parte, imediatamente nós providenciamos a compra. E um programa, um plano nacional de imunização está praticamente pronto na Saúde pra gente vacinar quem quer”, disse.

O Ministério da Saúde tem acordo para a compra de doses de uma potencial vacina produzida pela farmacêutica britânica AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, incluindo um pacto de transferência de tecnologia e produção local do imunizante pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O governo federal mantém contato com outros laboratórios estrangeiros que desenvolvem doses contra a covid-19 e que, se aprovadas, também poderão ser adquiridas para imunização geral da população. Nesta quarta-feira (25), a farmacêutica Pfizer informou que deu início ao processo de pedido de registro junto à Anvisa.

Jogo de alfabetização

Durante a live, o presidente estava acompanhado do ministro da Educação, Milton Ribeiro, e do secretário nacional de Alfabetização, Carlos Nadalim. A pasta deve lançar, esta semana, um aplicativo para auxiliar crianças no processo de alfabetização.

Batizado de Graphogame, o aplicativo foi desenvolvido por especialistas finlandeses e pode ser baixado gratuitamente pela internet, sendo que o uso posterior não requer conexão.

“É uma ferramenta de apoio aos professores para auxiliar as crianças no processo de alfabetização”, explicou Nadalim. O jogo é voltado para crianças na faixa de idade de 4 a 9 anos e usa uma metodologia que estimula o desenvolvimento da consciência dos sons da língua oral e sua relação com as letras, em um processo chamado de instrução fônica.

A expectativa do governo federal é que o aplicativo possa suprir parte do prejuízo que crianças nessa faixa etária estão tendo com o fechamento das escolas e a suspensão das aulas em função da pandemia de covid-19.

Fonte: Agência Brasil

LEM: Operação Desertor da PF mira candidato a vice-prefeito por corrupção eleitoral

PF-BN

Um candidato a vice-prefeito de Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano é alvo na manhã desta quinta-feira (26) de operação da Polícia Federal que visa apurar esquema de corrupção eleitoral no pleito deste ano.

São cumpridos 4 mandados de busca e apreensão, 4 mandados de busca e apreensão de aparelhos celulares e um mandado de prisão preventiva.

As ordens judiciais foram expedidos pelo juízo da 205ª Zona Eleitoral de Luís Eduardo Magalhães e são cumpridos naquela cidade e também em João Dourado.

Durante as investigações, que tiveram início em 12 de novembro, foram revelados indícios de que os envolvidos receberam propostas em dinheiro para abandonarem o partido ao qual pertenciam, com o objetivo de polarizar a disputa eleitoral entre dois candidatos.

O nome da operação, Desertor, faz alusão àquele que abandona suas convicções, seu compromisso ou a causa de que era defensor. Os investigados devem responder pelo crime de corrupção eleitoral, previsto artigo 299 do Código Eleitoral.

Fonte: Bahia Noticias

Prefeitura de São Desidério inicia a reforma do prédio onde funcionam as sedes das polícias Civil e Militar

01A Prefeitura de São Desidério está realizando com recursos próprios as obras de reforma e requalificação do prédio onde funcionam as sedes das polícias Civil e Militar, com o objetivo de garantir condições dignas de trabalho aos funcionários e à população que utilizam seus serviços.

03

02

Além da reforma geral de todo o prédio, como reboco e acabamento, telhados, pintura e piso, a estrutura passa também por ampliação, com a construção de novas salas. “A obra encontra-se com 60% dos serviços executados, o nosso objetivo é estabelecer um melhor padrão de atendimento a população e também oferecer aos policiais uma melhor condição de trabalho”, disse o engenheiro civil da Prefeitura, Ivanildo Júnior.

04

05

06

Fonte:Ascom/ Prefeitura de São Desidério

Campos Neto: Pix vai gerar inclusão e reduzir custos para população

presidente-banco-central_mcamgo_abr_251120201818_0

Em funcionamento total há quase dez dias, o Pix, novo sistema instantâneo de pagamentos, vai gerar inclusão financeira e reduzir custos para a economia. A avaliação é do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, que concedeu entrevista ao vivo hoje (25) ao programa A Voz do Brasil.

Segundo Campos Neto, o Pix está tendo alta adesão, com R$ 10 bilhões em transações na primeira semana e mais de 82 milhões de chaves cadastradas atualmente, por causa da praticidade e da transparência. Ele explicou que o novo sistema está em linha com a evolução do processo de pagamentos em todo o mundo e atende à demanda por um modelo rápido, barato, seguro e aberto.

“O Pix tem essas características. Tem uma característica de ser uma transferência muito barata, vai gerar novos modelos de negócio, vai baixar o custo operacional de pequenas empresas. Então, entendemos que o Pix veio para ficar e continuará crescendo. Vai ser uma forma de pagamento que vai gerar inclusão, melhoria no custo operacional das pessoas e das empresas”, declarou Campos Neto.

Agenda

O presidente do BC informou que a pandemia do novo coronavírus acelerou a adoção da Agenda BC#, conjunto de medidas para modernizar o sistema financeiro brasileiro. Ele explicou que as ações têm três objetivos principais: aumentar a inclusão bancária, gerar competição entre as instituições para baixar os juros e estimular a educação financeira.

Para 2021, Campos Neto disse que, além das medidas de avanços tecnológicos, aceleradas durante a pandemia, o Banco Central pretende expandir a Agenda BC# em outras vertentes. Ele citou a ampliação do open banking (compartilhamento de informações entre as instituições financeiras), o incentivo ao cooperativismo de crédito e ao microcrédito e o estímulo a medidas de sustentabilidade, que permitam criar instrumentos financeiros que beneficiem o meio ambiente.

Sobre o open banking, Campos Neto explicou que a troca de informações entre as instituições financeiras resultará em redução de custos, à medida que os bancos deixarão de cobrar mais caro por desconhecerem o risco de cada cliente. “Como hoje temos um mundo avançando muito na produção de dados, o open banking diz que as informações tão valiosas para os bancos são informações suas. Então, você vai poder usar essas informações para seu próprio benefício em termos de aquisição de produtos mais baratos e mais adequados para seu perfil”, declarou.

Educação Financeira

Campos Neto comentou sobre a Semana de Educação Financeira, promovida nesta semana pelo BC. Ele destacou que o evento nasceu da necessidade de incentivar o acesso ao conteúdo disponível na internet, mas que não chega aos consumidores.

“Nós chegamos à conclusão de que o problema na educação financeira nem é tanto o conteúdo. Tem muito conteúdo disponível na internet, mas a gente precisava incentivar as pessoas a ter exposição a esse conteúdo. Porque, olhando os dados, chegamos à conclusão de que parte do superendividamento das pessoas é por consumir produtos financeiros de forma equivocada”, justificou.

Fonte: Agência Brasil

Secretaria de Saúde Barreiras informa o 96º e 97º óbitos por consequência da Covid-19

prefeitura-de-barreiras

A Secretaria de Saúde de Barreiras comunica o 96º e 97º óbitos decorrentes da Covid-19. Ambos ocorreram no Hospital do Oeste – HO, apesar de todos os esforços dos profissionais da unidade.  O primeiro trata-se de uma paciente de 33 anos, sem comorbidades que estava internada desde o dia 08 de novembro e faleceu nessa terça-feira, 24. O segundo óbito refere-se a um paciente de 80 anos, falecido nesta quarta-feira, 25, que estava internado desde o dia 18 deste mês. Ele era hipertenso e ex-tabagista.

Nesse momento, a Secretaria de Saúde de Barreiras se solidariza com familiares e amigos dos pacientes reafirmando a defesa intransigente pela vida, mantendo todos os esforços necessários na promoção da assistência médica e a todas as pessoas que venham necessitar do atendimento especializado para Covid-19 no município de Barreiras.

A Secretaria reforça ainda, a atenção e colaboração da população nos cuidados individuais e essenciais para esse momento, como o uso obrigatório de máscaras, higienização das mãos, cumprimento dos decretos municipais e principalmente, o distanciamento social, evitando aglomerações.

 

Barreiras, 25 de novembro de 2020.

Anderson Luiz Vian de Abreu

Secretário Municipal de Saúde

Dircom Barreiras

População pode opinar sobre confiabilidade da Justiça Eleitoral baiana, até segunda (30)

TRE-PesquisaLevantamento vai dar subsídios às ações institucionais desenvolvidas pelo TRE-BA

Até a próxima segunda-feira (30/11), a população pode participar da pesquisa realizada pela Ouvidoria do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) para medir o grau de confiança na Justiça Eleitoral baiana.

questionário – disponibilizado no último dia 30 de outubro, no Portal e nas redes sociais oficiais do TRE-BA – é aberto ao público geral. Os participantes levarão, no máximo, três minutos para responder seis perguntas. Para participar, o cidadão não precisa ter sido atendido ou buscado os serviços prestados pelo órgão.

Realizada a cada dois anos, em períodos eleitorais, a ação faz parte do Planejamento Estratégico do Tribunal e objetiva aferir o nível de confiança da sociedade quanto à atuação institucional do TRE-BA. O levantamento vai dar subsídios às ações institucionais para consolidar a boa imagem dessa Justiça Especializada junto à sociedade baiana.

De acordo com a Ouvidoria, até o momento, 2.882 pessoas já participaram, sendo 19% delas da capital e 81% do interior do estado. 52% dos respondentes são do gênero feminino, 46% do masculino e 2% declararam outros. A maioria (55%) possui ensino médio e tem entre 30 e 55 anos (47%).

Participe da pesquisa

Fiocruz: 130 milhões podem receber vacina de Oxford em 2021

Mas antes é preciso a confirmação de resultados e o registro na Anvisa

vacina Oxford,AstraZeneca

A vacina contra covid-19 que será produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a farmacêutica Astrazeneca e a Universidade de Oxford deve chegar a 30 milhões de brasileiros a mais em 2021, aumentando o total de pessoas alcançadas no país até o fim do ano que vem para cerca de 130 milhões. O ganho de 30% deve ocorrer porque dados dos testes clínicos divulgados hoje (23) mostram que o protocolo de vacinação mais eficaz inclui uma dose reduzida na primeira aplicação, em vez de uma dose completa.

A Astrazeneca e a Universidade de Oxford anunciaram que o esquema de vacinação que prevê uma dose reduzida e uma dose completa, com um mês de intervalo, obteve eficácia de 90%. Já o protocolo com duas doses completas e o mesmo intervalo atingiu eficácia de 62%. Os dados analisados envolveram 11 mil voluntários, cerca de 2,7 mil com o protocolo mais eficaz e quase 8,9 mil com o protocolo de duas doses completas.

Não houve registro de eventos graves relacionados à segurança da vacina e nenhum dos voluntários que recebeu a vacina desenvolveu casos graves da covid-19 ou precisou ser hospitalizado.

O vice-presidente de produção e inovação em saúde da Fundação Oswaldo Cruz, Marco Krieger, classificou a divulgação como uma boa notícia, já que confirmou a eficácia de 90% e trouxe um ganho adicional, uma vez que as 210 milhões de doses que a Fiocruz prevê fabricar no ano que vem poderão chegar a mais pessoas, caso os dados sejam confirmados na conclusão e publicação do estudo.

Em vez de termos vacina para 100 milhões de brasileiros, poderíamos vacinar 130 milhões. O que é um ganho adicional. Foi uma boa notícia, disse Krieger, em entrevista à Agência Brasil.

(mais…)

Homem é preso no oeste da Bahia após alugar carro há mais de 2 anos e não devolver o veiculo

whatsapp-image-2020-11-22-800x445-1Um homem foi preso na BR-242, em Barreiras, cidade no oeste da Bahia, após alugar um carro há mais de dois anos em São Paulo e não devolver o veículo, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O caso aconteceu na tarde de sábado (21), no Km 801. De acordo com a PRF, durante a abordagem ao carro, os policiais constataram no sistema que o carro pertencia a uma empresa de aluguel de veículos. Com isso, viram que havia uma ocorrência registrada pela locadora na Polícia Civil de São Paulo pelo crime de apropriação indébita.

Conforme a PRF, a ocorrência foi feita por causa de descumprimento contratual, após o carro ter sido retirado em 9 de janeiro de 2018, no município de Guarulhos (SP), com previsão de devolução para o dia 13/01/2018, porém o responsável pela locação não fez a entrega.

A PRF informou que foi constatado, a princípio, o crime de Apropriação Indébita de Veículo. A ocorrência foi levada para a delegacia de Delegacia de Barreiras.

Fonte: G1 Ba

Morre no HO Jovem que foi baleado na cabeça em festa no município de São Desidério

Vitima-SitioMorreu na tarde de ontem domingo, 22, no Hospital do Oeste (HO), em Barreiras, o jovem Crislan Wesley Serpa de Souza, 21 anos. O rapaz foi baleado na cabeça ainda pela madrugada em uma festa no Parque do Vaqueiro, localizado próximo a entrada do povoado do Morrão, no município de São Desidério. Ele foi socorrido para o Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida, em São Desidério, e depois para o HO, onde não resistiu e morreu.

O corpo do rapaz foi removido para o IML e após necropsia foi liberado para o velório. O sepultamento deverá ocorrer nesta segunda-feira. A polícia civil vai investigar a autoria e a motivaçao do crime. São duas versões, uma de que Crislan tenha sido vítima de bala perdida e outra de que ele tenha se envolvido em uma briga.

Fonte: Blog Sigi Vilares

Covid-19: governo brasileiro se reúne com cinco laboratórios

30/10/2020 REUTERS/Dado Ruvic/Foto ilustrativaMinistério da Saúde coletou detalhes técnicos dos estudos em andamento

O governo brasileiro informou hoje (22) que se reuniu, na última semana, com cinco laboratórios que desenvolvem vacinas contra a covid-19. Foram recebidos representantes da Pfizer, Janssen, Bharat Biotech, Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) e Moderna. Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que coletou informações sobre os detalhes técnicos das vacinas, bem como sua segurança e eficácia.

A pasta informou ainda que deverá assinar cartas de intenção não-vinculantes com as empresas para permitir uma futura aquisição de doses. Mas qualquer compra de vacina só poderá ocorrer após o registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Outros requisitos também precisam ser cumpridos antes da compra de uma vacina: a segurança; a eficácia; a capacidade de produção em escala; a oferta em tempo oportuno para inserir as vacinas no Programa Nacional de Imunizações (PNI); o preço proposto para a incorporação e as condições logísticas oferecidas.

“Os encontros desta semana complementam os acordos contratuais feitos pelo Governo Federal. Até o momento, o Ministério da Saúde tem acordos contratuais para o possível acesso a 142,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, que poderão imunizar pelo menos um terço da população brasileira, assim que concluídas as etapas de segurança, eficácia e registro”, afirmou o ministério, em nota.

Segundo a pasta, a previsão é produzir na Fiocruz, de forma autônoma, mais 110 milhões de vacinas em 2021, “se tudo ocorrer da maneira planejada”. O Ministério da Saúde afirmou que acompanha 270 estudos de vacinas em todo o mundo e quer adquirir uma vacina segura “com a maior brevidade”.