Governadores pelo Clima discutem soluções socioeconômicas e ambientais para o semiárido

1614290434ww

O secretário do Meio Ambiente da Bahia, João Carlos Oliveira participou na tarde desta quinta-feira (25) do evento “Governadores pelo Clima – Construindo soluções interconectadas para o semiárido”, promovido pelo Centro Brasil no Clima (CBC) e o Instituto Clima e Sociedade (ICS) e coordenado pelo ex-secretário do Meio Ambiente de Pernambuco e articulador do CBC, Sérgio Xavier.

O encontro faz parte da agenda do Programa Governadores Pelo Clima e contou com a presença de 11 secretários estaduais do Meio Ambiente, representantes da Alemanha, União Europeia e especialistas do setor elétrico. Os chefes de estado discutiram um plano de ações para o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono no semiárido brasileiro que conecta Energias Renováveis, Regeneração do Rio São Francisco, Oportunidades de Produção do Hidrogênio Verde, Capacitação e Geração de Empregos.

O secretário João Carlos Oliveira ressaltou o papel de destaque que a Bahia ocupa na geração de energias eólica e solar fotovoltática. “Por dois anos consecutivos a Bahia se manteve como líder nacional na geração de energia por fontes renováveis. Em 2020, a Bahia gerou 32% de toda energia solar do país, e 29,5% da energia eólica nacional. Desde o ano passado, o estado tem investido na ampliação de energias renováveis com outros tipos de energias limpas, como a biomassa e o biogás. Portanto, nada mais natural, que outras tecnologias possam ser incorporadas à sua matriz energética, como o hidrogênio verde”, afirmou.

O hidrogênio verde é um combustível com alto potencial de uso na geração de energia. O termo é utilizado para se referir ao hidrogênio obtido a partir de fontes renováveis, em um processo no qual não haja emissão de carbono. Este método utiliza a corrente elétrica produzida por energias renováveis, geralmente eólica ou solar, para separar o hidrogênio do oxigênio que existe na água. Como a região Nordeste, em especial a Bahia, é líder na produção de renováveis, possui alto potencial de expansão dessas fontes localizadas no semiárido brasileiro, com localização e infraestrutura portuária privilegiada, que facilita a exportação.

Para Annette Windmeisser, chefe da Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável da Embaixada da Alemanha, o Brasil pode se tornar um player global na geração dessa fonte de energia. A Alemanha aposta no hidrogênio verde para descarbonizar a indústria química, de cimento e siderúrgica. O país que se tornar fornecedor mundial de tecnologias verdes a hidrogênio terá que importar o combustível de outros países, que produzam com base renovável, como o Nordeste brasileiro.

Ascom Sema

Bahia tem restrição total de atividades não essenciais a partir de sexta-feira

Prefeito decreta LOCKDOWN em Quatro Marcos; medidas vão de 2 a 8 de julho e  podem...

A Bahia terá restrição das atividades não essenciais a partir desta sexta-feira (26) até as 5h de segunda-feira (1º), numa tentativa de conter o avanço da Covid-19. A medida foi divulgada nesta quinta (25) pelo governador do estado, Rui Costa, e pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis.

Apesar de começar oficialmente às 20h, as restrições se iniciam algumas horas mais cedo para determinados setores.

De acordo com o governador, bares e restaurantes não terão funcionamento presencial em nenhum horário a partir do início do período de restrição, e a venda de bebidas alcoólicas está proibida durante esse período, inclusive em supermercados. Os shoppings também ficarão fechados no final de semana.

O que pode e o que fecha

Na Bahia, o início das restrições na sexta será feito de acordo com o seguinte escalonamento:

  • Lojas e comércio de rua: fecharão das 17h de sexta-feira (26) às 5h de segunda-feira (1º);
  • Bares, restaurantes, pizzarias, lojas de conveniência e similares: fecharão das 18h de sexta-feira (26) às 5h de segunda-feira (1º);
  • Shoppings e centros comerciais: fecharão das 20h de sexta-feira (26) às 5h de segunda-feira (1º).

Apesar disso, o delivery de alimentos está permitido até a meia noite de sexta, e é preciso que as empresas forneçam transporte próprio para esses trabalhadores.

A circulação de pessoas na rua está liberada normalmente, desde que não tenha aglomerações. O transporte público também vai poder funcionar normalmente. O governador não deu detalhes sobre o transporte intermunicipal.

Todas as atividades sociais, sejam elas religiosas, políticas ou culturais, também estão proibidas neste período. Atividades físicas coletivas também foram suspensas neste período. Atividades individuais, como corridas e caminhadas, podem ser feitas.

Primeiro, o governador e o prefeito chegaram a falar sobre a restrição para a capital e os 13 municípios da região metropolitana. Mas logo em seguida, Rui anunciou que toda a Bahia deve ter a restrição, incluindo municípios que não tinham entrado no toque determinado anteriormente.

whatsapp-image-2021-02-25-at-13.50.30

Taxas de ocupação

Até esta quinta-feira, Salvador registrava 84% de taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos. No geral, o percentual de ocupação geral dos leitos (UTI, clínicos, adultos e pediátricos) é de 83%.

Na região metropolitana, a situação é semelhante. Ainda na quarta-feira (24), antes do decreto de restrição para a Bahia, a prefeitura de Guanambi, no sudoeste baiano, já havia anunciado uma restrição que começará a partir da segunda-feira (1º) e durará 10 dias.

Na região metropolitana, a prefeitura de Madre de Deus também anunciou restrição. Lá, a prefeitura registrou aumento 385,1% nos casos ativos de Covid-19.

Na terça-feira (23), o governador Rui Costa já havia sinalizado que, caso o toque de recolher não ajudasse a frear os números da pandemia, seria necessário a restrição.

Fonte: Odestaque/ G1

Boletim Informativo Coronavírus (COVID-19) nº 377, de 25 de fevereiro de 2021

Boletim 25-02-2021

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Saúde, informa a situação epidemiológica do município. Hoje foram identificados 10 (dez) novos casos com características que indicam suspeição de Coronavírus (COVID-19). Trata-se de 06 (seis) pessoas do sexo feminino com idades entre 19 e 73 anos. E 04 (quatro) pessoas do sexo masculino com idades entre 31 e 65 anos.

Informa ainda, que no dia de hoje foram concluídos 66 (sessenta e seis) resultados, sendo que 46 (quarenta e seis) testaram negativos e 20 (vinte) testaram positivos. Os 46 (quarenta e seis) casos que testaram negativos trata-se de 28 (vinte e oito) pessoas do sexo feminino com idades entre 09 e 67 anos. E 18 (dezoito) pessoas do sexo masculino com idades entre 20 e 73 anos.

Já os 20 (vinte) casos que testaram positivos, trata-se de 10 (dez) pessoas do sexo feminino, com idades entre 10 e 76 anos. Destas, 04 (quatro) são sintomáticas, 04 (quatro) tiveram contato direto com casos confirmados e 02 (duas) preencheram requisitos para coleta. E 10 (dez) pessoas do sexo masculino, com idades entre 18 e 55 anos. Destes, 06 (seis) são sintomáticos e 04 (quatro) tiveram contato com caso confirmado.

Os 20 (vinte) casos positivos de hoje, foram confirmados mediante Teste Rápido, assim como 31 (trinta e um) dos 46 (quarenta e seis) que testaram negativo, totalizando 51 (cinquenta e um) que não foram diminuídos dos 49 (quarenta e nove) que aguardavam resultado.

A Secretaria de Saúde registra atualmente 9.484 (nove mil quatrocentos e oitenta e quatro) casos confirmados por Teste Rápido e RT-PCR. Destes, 9.255 (nove mil duzentos e cinquenta e cinco) estão recuperados, 116 (cento e dezesseis) estão em isolamento domiciliar, 03 (três) pacientes estão internados e o município registra 110 (cento e dez) óbitos. Já os casos que aguardam resultado somam 44 (quarenta e quatro).

Barreiras contabiliza hoje 26.147 (vinte e seis mil cento e quarenta e sete) casos notificados, sendo que o primeiro caso notificado no Sistema e-SUS VE foi em 26 de março de 2020. E 15.545 (quinze mil quinhentos e quarenta e cinco) casos descartados, cujos resultados foram negativos. De acordo com orientações recentes do Sistema e-SUS VE, o número total de notificados poderá sofrer variações em função dos descartes de casos com sintomas gripais.

Tão logo os demais resultados dos exames dos casos suspeitos sejam concluídos serão divulgados. A Secretaria de Saúde manterá a publicação de um boletim diário para que a população fique devidamente informada sobre o assunto.

Barreiras – BA, 25 de fevereiro de 2021.
Melchisedec Alves das Neves
Secretário Municipal de Saúde

BNDES: novo mercado de gás traz vantagens para o Brasil

49104357616_247a7e4751_o

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, reafirmou hoje (25) sua convicção de que o novo mercado de gás é essencial para o desenvolvimento do Brasil. Ao abrir o seminário virtual 2ª Semana Gás para o Desenvolvimento, Montezano ressaltou que, desde maio do ano passado, quando ocorreu a primeira semana sobre o tema, tem observado uma maior evolução e amadurecimento de análises internas do banco, bem como dos ambientes setorial e regulatório e da visão comum em relação às oportunidades que essa fonte energética traz para o país.

O BNDES está aprimorando produtos de financiamento de modo que esteja preparado para essa mudança que ocorrerá no setor de gás natural nacional, ao longo da próxima década, informou Montezano. Antecipou que os resultados do segundo relatório elaborado pela instituição foram satisfatórios, tanto do lado da demanda, como da oferta. No lado da demanda, assegurou que “a gente pode afirmar que tem uma oferta de gás farta e economicamente viável”. Do lado da oferta, o banco conversou com mais atores do setor e encontrou também demanda “palpável, concreta e iminente”.

Matriz mais limpa

Gustavo Montezano assegurou que a nova matriz energética do gás vai tornar a matriz energética brasileira mais limpa. “No contexto atual de Brasil, ela, sim, tornará a nossa matriz ainda mais limpa”. Além da ação financiadora com produtos de crédito, Montezano sugeriu que é fundamental, para destravar o mercado, a liquidez de oferta e demanda, enxergar a redução do custo de energia brasileira. Além de tornar a energia mais limpa, ela será também mais barata, disse. Para isso, destacou “é fundamental, no curto prazo, uma evolução da nossa agenda legislativa”.

Montezano colocou o BNDES à disposição de qualquer pessoa interessada para que o banco possa detalhar e dividir conhecimento tão importante para a sociedade brasileira. Deixou claro que o desenvolvimento não se faz somente com crédito, mas se dá também por conhecimento, por debate, por compartilhar informação, por desenvolver bons projetos. “Quanto mais a gente debater sobre recursos e projetos de qualidade, melhor retorno dos investimentos e melhor desenvolvimento para o Brasil”. O presidente do BNDES observou que o debate sobre o novo mercado de gás que, a seu ver, traz ganhos financeiros, ambientais e de competividade, não se esgota agora, mas deverá ser objeto de novo encontro, dentro de alguns meses. (mais…)

Pela 1ª vez, BA registra 100 mortes por Covid-19 em 24h; nº de internados em UTI é recorde

IMAGEM_NOTICIA_5

Num momento de tensionamento da pandemia da Covid-19, a Bahia registrou mais dois recordes nesta quinta-feira (25). De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria da Saúde (Sesab), o estado registrou o maior número de mortes em 24h e, no momento, detém o maior contingente de pessoas internadas em leitos de UTI desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, foram 100 novos óbitos acrescidos na conta da Sesab. Ao todo, já somam 11.488 desde março do ano passado.

Em relação aos internados nas unidades de terapia intensiva, são 945. O recorde anterior havia sido registrado na última quarta-feira (24), quando havia 930 pessoas internadas. Inclusive, desde o dia 12 de fevereiro que este índice tem alta contínua.

Fonte: Odestaque/ Bahia Notícias

Boletim Informativo Coronavírus (COVID-19) nº 376, de 24 de fevereiro de 2021  

Boletim 24-02-2021

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Saúde, informa a situação epidemiológica do município. Hoje foram identificados 29 (vinte e nove) novos casos com características que indicam suspeição de Coronavírus (COVID-19). Trata-se de 13 (treze) pessoas do sexo feminino com idades entre 08 e 64 anos. E 16 (dezesseis) pessoas do sexo masculino com idades entre 21 e 78 anos.

Informa ainda, que no dia de hoje foram concluídos 66 (sessenta e seis) resultados, sendo que 42 (quarenta e dois) testaram negativos e 24 (vinte e quatro) testaram positivos. Os 42 (quarenta e dois) casos que testaram negativos trata-se de 20 (vinte) pessoas do sexo feminino com idades entre 03 e 60 anos. E 22 (vinte e dois) pessoas do sexo masculino com idades entre 09 e 67 anos.

Já os 24 (vinte e quatro) casos que testaram positivos, trata-se de 17 (dezessete) pessoas do sexo feminino, com idades entre 04 e 70 anos. Destas, 11 (onze) são sintomáticas, e 06 (seis) tiveram contato direto com casos confirmados. E 07 (sete) pessoas do sexo masculino, com idades entre 12 e 83 anos. Destes, 05 (cinco) são sintomáticos, 01 (um) teve contato com caso confirmado e 01(um) preencheu requisito para coleta.

Dos 24 (vinte e quatro) casos positivos, 22 (vinte e dois) foram confirmados mediante Teste Rápido, assim como 27 (vinte e sete) dos 42 (quarenta e dois) que testaram negativo, totalizando 49 (quarenta e nove) que não foram diminuídos dos 37 (trinta e sete) que aguardavam resultado.

A Secretaria de Saúde registra atualmente 9.464 (nove mil quatrocentos e sessenta e quatro) casos confirmados por Teste Rápido e RT-PCR. Destes, 9.242 (nove mil duzentos e quarenta e dois) estão recuperados, 107 (cento e sete) estão em isolamento domiciliar, 05 (cinco) pacientes estão internados e o município registra 110 (cento e dez) óbitos. Já os casos que aguardam resultado somam 49 (quarenta e nove).

Barreiras contabiliza hoje 26.086 (vinte e seis mil e oitenta e seis) casos notificados, sendo que o primeiro caso notificado no Sistema e-SUS VE foi em 26 de março de 2020. E 15.499 (quinze mil quatrocentos e noventa e nove) casos descartados, cujos resultados foram negativos. De acordo com orientações recentes do Sistema e-SUS VE, o número total de notificados poderá sofrer variações em função dos descartes de casos com sintomas gripais.

Tão logo os demais resultados dos exames dos casos suspeitos sejam concluídos serão divulgados. A Secretaria de Saúde manterá a publicação de um boletim diário para que a população fique devidamente informada sobre o assunto.

Barreiras – BA, 24 de fevereiro de 2021.
Melchisedec Alves das Neves
Secretário Municipal de Saúde

Embasa amplia acesso aos serviços de água tratada e esgotamento sanitário no Oeste da Bahia 

Estação de Tratamento de Esgoto de Luís Eduardo Magalhães_Bahia

Estrutura ampliada estação de tratamento de água Barreiras

extensão de rede localidade são desidério2

O Governo do Estado, por meio da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), vem ampliando o acesso aos serviços de água tratada e esgotamento sanitário no Oeste da Bahia. Por meio de obras para ampliar o atendimento, a empresa garantiu que, nos últimos cinco anos, 34.841 mil novos imóveis passassem a ser beneficiados com água tratada, e 45.792 mil com coleta, transporte e destinação adequada dos esgotos domésticos. Neste período, houve um avanço 27,62% no acesso da população ao serviço de água tratada, e 175,11% ao serviço de esgotamento sanitário.

A empresa está investindo R$ 8 milhões em melhorias e expansão da rede de esgotamento sanitário em Barreiras e R$ 7,3 milhões em Luís Eduardo Magalhães. O gerente regional de operação de esgoto da Embasa, Vagner Pereira, explica que, nos últimos cinco anos, a empresa vem ampliando gradativamente o atendimento, possibilitando melhor infraestrutura básica, saúde e qualidade de vida. “Em Barreiras, saímos de uma abrangência de atendimento de 8% para 72%, atendendo um universo de 146.517 mil pessoas. Em Luís Eduardo Magalhães, saímos do zero para 56% da cidade, beneficiando diretamente 53,5 mil pessoas com saneamento básico”, afirma.

Quando se trata de água encanada e com qualidade prevista pela legislação, a Embasa vem garantindo que, em média, 7 mil novos domicílios sejam beneficiados anualmente. Além de acompanhar o crescimento demográfico das principais cidades, o gerente regional de operação de água da Embasa, Marcos Rogério Moreira, explica que o diferencial tem sido nos investimentos para levar água para as torneiras de quem mora na zona rural, que sofre principalmente no longo período de estiagem vivenciado na região. “Recursos também foram alocados na ampliação de estações de tratamento, substituição e aquisição de novas bombas e substituição de rede distribuidora, para que fosse mantida a oferta regular de água tratada para a população dos municípios atendidos”.

Somente no ano passado, em 2021, a empresa investiu R$ 7,1 milhões nestas melhorias nos sistemas de abastecimento e, também, na expansão do serviço, sendo que R$ 3,7 milhões foram aplicados para atender as localidades de Barreiras – Barrocão, Bebedouro, Gameleira e Passagem Funda – e R$ 1,2 milhão, no município de Mansidão – Barreiro, Poço do Meio e São José. A Embasa beneficia com água tratada 162.080 mil imóveis nos 20 municípios atendidos no Oeste da Bahia. No Oeste da Bahia, a Embasa opera sistemas de esgotamento sanitário em Barreiras, Canápolis, Luís Eduardo Magalhães, Ibotirama e Muquém do São Francisco, garantindo a prestação do serviço para 71.274 domicílios com coleta e tratamento dos efluentes para retornar.

Ascom Embasa

Faturamento da indústria de alimentos cresce 12,8% em 2020

2020-07-20t222243z_1_lynxnpeg6j1mk_rtroptp_4_population-brazil

O faturamento da indústria de alimentos atingiu R$ 789,2 bilhões em 2020, somadas as exportações e as vendas para o mercado interno, resultado 12,8% superior ao registrado no ano de 2019. O montante representa cerca de 10,5% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Os dados, divulgados hoje (24), são da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA).

Já o volume de produção cresceu 1,8% em relação a 2019. O resultado, segundo a entidade, foi puxado pelo aumento das vendas para o varejo, de 16,2%, e das vendas para o mercado externo, de 11,4%. As categorias que mais se destacaram em vendas foram açúcares, com aumento de 58,6%, ante 2019; óleos vegetais, de 21,2%; e carnes, 13%. As maiores quedas ficaram por conta de bebidas (decréscimo de 8,3%); e derivados de trigo (1,9%).

“Atuando com agilidade e adotando com rigor todos os protocolos de segurança, o setor conseguiu aumentar sua produção e não deixou faltar comida na mesa dos brasileiros” destacou o presidente executivo da ABIA, João Dornellas.

Exportações

A indústria de alimentos aumentou, em 2020, 11,4% as exportações em comparação com o ano anterior, totalizando US$ 38,2 bilhões em vendas ao exterior. O resultado representa uma participação de 25% nas vendas totais do setor em 2020. Em 2019, essa proporção foi de 19,2%.

Segundo a ABIA, os bons resultados nas exportações podem ser explicados pela acentuada desvalorização do câmbio brasileiro e a forte demanda por importações de alimentos pela Ásia, com destaque para a China.

Empregos

De acordo com a entidade, em 2020 a indústria de alimentação criou 20 mil novas vagas diretas, aumento de 1,2% em relação a 2019. O setor permanece como o que mais gera empregos na indústria de transformação do país, com 1,68 milhão de empregos diretos.

Fonte: Odestaque/ Agência Brasil

Secretaria de Saúde de Barreiras apresenta Relatório Detalhado do Quadrimestre na Câmara de Vereadores

CAPA

DSC_0216

DSC_0214

DSC_0208

DSC_0199

Foi realizada na tarde dessa segunda-feira, 22, no Plenário Aroldo Cavalcante na Câmara de Vereadores, a apresentação do Relatório do Quadrimestre Anterior, promovida pela Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. O relatório foi apresentado pelas assessoras técnicas Maria Messias e Ivana Carinhanha e trouxe dados importantes sobre os investimentos feitos na área de saúde, as despesas pagas, os indicadores e as metas, referentes ao 3º quadrimestre de 2020, de setembro a dezembro de 2020. Foram aplicados R$ 54.440.901,31 na saúde, 20,3% dos recursos públicos do município.

Os presentes também puderam conhecer de modo quantitativo os serviços e investimentos feitos pelo município no enfrentamento à Covid-19, e constatar avanços importantes como a queda na taxa de mortalidade infantil, aumento do percentual de cura em pacientes com hanseníase e tuberculose pulmonar bacilífera, aumento da cobertura em saúde bucal e da rede de atenção básica. Houve ainda a ampliação da rede física prestadora de serviços do Sistema Único de Saúde – SUS, de 78 para 132, comparando os estabelecimentos de saúde registrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES, por tipos de gestão, no período de 2017 a 2020.

Na atenção básica, atendimentos individuais, odontológicos, visitas e atendimentos domiciliares, atividades coletivas, dentre outros, resultaram em 624.975 atendimentos. Já na urgência e emergência, foram 10.947 procedimentos nas modalidades: clínico, cirúrgico e com finalidade diagnóstica. Além de 6.626 Autorizações de Internação Hospitalar – AIHs pagas, totalizando investimento superior a 1 milhão e 700 mil reais.

Do primeiro ao terceiro quadrimestre a rede de atenção primária também foi ampliada para atender pacientes com síndromes gripais e sintomas referentes à Covid-19, sem comprometer os demais serviços ofertados nas redes primária e secundária.

“Em 2021, esperamos que o cenário possa ser diferente, que possamos, sobretudo, continuar persistindo na melhoria dos indicadores e na consolidação da oferta de serviços de saúde cada vez mais humanizado que é o interesse e a prerrogativa da gestão municipal”, avaliou a assessora técnica Ivana Carinhanha.

 Dircom Barreiras